Leituras Brasileiras: A pedagogia histórico-crítica

Leituras Brasileiras: A pedagogia histórico-crítica

Na terceira seção de Leituras Brasileiras, o pedagogo historiciza a educação brasileira e expõe os principais elementos de sua teoria marxista da educação.

Dermeval Saviani 18 ago 2017, 16:59

Na terceira edição da sequência Leituras Brasileiras, o pedagogo marxista Dermeval Saviani historiciza a educação brasileira e discute algumas das principais noções da pedagogia histórico-crítica, concepção que incorporou o método de análise dialético materialista à teoria pedagógica.

No vídeo, vemos a maneira pela qual o autor buscou fundar uma teoria que incorporasse aquilo que a pedagogia tradicional burguesa tinha de revolucionário, isto é, a socialização dos saberes adquiridos pela humanidade através da escola, negando sua dimensão conservadora – no limite, a educação burguesa acaba por manter e legitimar a dominação burguesa antes de transformá-la.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
A décima terceira edição da Revista Movimento dedica-se ao debate sobre os desafios da esquerda socialista no Brasil diante da crise nacional que se desenrola há anos e do governo Bolsonaro. Para tanto, foram convidados dirigentes do PSOL, do MES e de outras organizações revolucionárias que atuam no partido. O dossiê sobre a estratégia da esquerda e o PSOL reflete os desafios da organização de um polo socialista no interior do partido. Há também, na seção nacional, reflexões sobre a crise econômica brasileira, as revelações de The Intercept e as lutas da juventude e da negritude. As efemérides do centenário da escola Bauhaus e do cinquentenário do levante de Stonewall também aparecem no volume, além da tese das mulheres do MES para o Encontro de Mulheres do PSOL.