Revista Movimento Movimento Movimento: crítica, teoria e ação

Sartori quer vender o estado! Resistir é preciso!

Leia aqui a nota da Executiva Estadual do PSOL do Rio Grande do Sul sobre o plano de privatizações do governo do estado.

O governador do Rio Grande do Sul José Ivo Sartori - Marcelo Camargo/Agência Brasil
O governador do Rio Grande do Sul José Ivo Sartori - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Vivemos tempos difíceis de ataque aos trabalhadores e retirada de direitos. No país, o ilegítimo governo Temer não arrefece suas investidas contra o povo. Seguindo a agenda neoliberal, corta investimentos e pressiona os estados por privatizações e arrocho dos servidores públicos. Após conseguir aprovar a nefasta Reforma Trabalhista, agora tenta “comprar” a todo custo os deputados para aprovação da Reforma da Previdência. Sendo assim, dia 19 de fevereiro as centrais e os trabalhadores voltam às ruas em protesto e por uma Greve Geral para barrar a reforma. A última “novidade” deste governo é a proposta de aumento abusivo de 94% da passagem do trensurb que acessa Poa e região metropolitana.

O povo cada vez mais empobrecido, sofre com tantos ataques e com a carestia. O gás, a luz, a gasolina aumentam o preço de forma a tornar a vida das famílias uma incerteza do amanhã. Enquanto isso, a concentração de renda torna-se abismal e revolta a cada pesquisa. A última nos diz que 5 bilionários concentram a riqueza da metade mais pobre da população.

Junto com todo país, o povo gaúcho também sofre. Pelo terceiro ano consecutivo, o governo Sartori do PMDB tenta aprovar seu plano de privatização com a desculpa da recuperação fiscal. Na última semana, conquistamos uma vitória, por enquanto. Com a mobilização dos servidores, a atuação da oposição, especialmente do nosso deputado Pedro Ruas, Sartori não conseguiu o número de votos necessários para aprovar suas medidas, entre elas a privatização da CEEE, da Sulgás e da CRM, estatais rentáveis e que não são mais lucrativas pela gestão desastrosa do PMDB. Na próxima semana, um novo pacote entrará em votação.

Defendemos que a grave crise das finanças públicas, além de reflexo da crise econômica mundial, é também resultado da renúncia fiscal dos grandes empresários pelos sucessivos governos. Como a Lei Kandir, que só beneficia o agronegócio exportador em detrimento das necessidades da população do Rio Grande. Além dos bilhões perdidos com sonegação.

O Psol gaúcho combate o privilégio da casta política e dos ricos. Lutamos por uma outra política social e econômica. Estamos na Alergs e nas ruas com nossa militância e dirigentes sindicais. Neste ano, vamos apresentar um programa que será representado pelo nosso pré-candidato Roberto Robaina ao governo do estado. Construído coletivamente, que represente as lutas do povo, da juventude, dos trabalhadores, trabalhadoras e servidores públicos. Das mulheres, negras e negros, dos LGBTs.

Porto Alegre, 31 de Janeiro de 2018

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Publicamos a décima edição de nossa Revista Movimento. Dessa vez, celebramos os 80 anos de fundação da IV Internacional, comemorados em setembro de 2018, com uma seção especial. Há, também, artigos na seção internacional e de teoria. Fechamos esta edição quando a eleição brasileira se encerrava. Como não poderia deixar de ser, nesta décima edição de Movimento, apresentamos nossas primeiras análises sobre os resultados eleitorais. Sabemos que a vitória de Jair Bolsonaro trará graves ataques à classe trabalhadora e ao povo brasileiro. Estaremos com nosso povo, lutando em defesa das liberdades democráticas e de nossos direitos. Mais uma vez, esperamos que a revista seja uma ferramenta útil de construção e formação para nossos camaradas. Boa leitura!

Solzinho

Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky

Leon Trotsky Joseph Stalin

MES: Movimento Esquerda Socialista MES: Movimento Esquerda Socialista