Revista Movimento Movimento Movimento: crítica, teoria e ação

Vitória da Mobilização Popular em Pelotas

Sem construir nenhum diálogo com a população, a Prefeitura esperava ter vitórias fáceis.

Sede da Prefeitura Municipal de Pelotas
Sede da Prefeitura Municipal de Pelotas

A Prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas PSDB, enviou à Câmara Municipal dois projetos nefastos ao povo pelotense: criação da taxa de luz e desvalorização salarial de educadores e educadoras do município. Este último, além de onerar diretamente o bolso da categoria reduzindo incetivos de graduação e pós graduação, buscava, também, retirar da categoria o direito a eleições diretas para direção de escola e excluía auxiliares de educação infantil da carreira do magistério.

Sem construir nenhum diálogo com a população, a Prefeitura esperava ter vitórias fáceis, já que conta com a maioria dos vereadores na base do governo. Porém, a reação foi gigante. Com uma mobilização impressionante da base da categoria, o Sindicato dos municipários foi capaz de quebrar a narrativa da Prefeitura e demonstrar a verdadeira face do projeto. Além disso, contou com a atuação abnegada da vereadora Fernanda Miranda (PSOL), que também pertence ao quadro de carreira do magistério municipal, e ganhou a simpatia da maioria do povo de Pelotas. Essa equação foi fatal.

Em diversas tentativas, a base do governo não conseguia aprovar o projeto e manobrava até o limite para igualar as forças. Não deu certo. Ficou para hoje, 27/12, o capítulo final: esperavam que o período entre festas desmobilizasse a categoria, limitaram o acesso à câmara de vereadores e, assim, esperavam contar com a fidelidade da base do governo. Erraram novamente.

Por 15 votos contra 5, a grande maioria dos vereadores e vereadoras rejeitaram o projeto de desvalorização salarial e, temendo nova derrota, a base do governo retirou o projeto da taxa de luz. Dentro da Câmara, e principalmente na rua, explosão de felicidade. A luta incansável dos educadores garantiu uma acachapante vitória, mesmo em condições adversas. Um exemplo de mobilização e organização.

Vale destacar a atuação do mandato do PSOL Pelotas, na figura da vereadora Fernanda Miranda. O PSOL foi abnegado, transformou o mandato em um verdadeiro megafone das lutas sociais e contribuiu de forma decisiva para a grande vitória dos educadores e educadoras de Pelotas.

Por fim, ainda que a conjuntura nacional não permita grandes comemorações, dessa vez, Pelotas poderá comemorar a passagem do ano de forma mais tranquila e com a grande lição de que a luta, de fato, pode mudar a vida.

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Publicamos a décima edição de nossa Revista Movimento. Dessa vez, celebramos os 80 anos de fundação da IV Internacional, comemorados em setembro de 2018, com uma seção especial. Há, também, artigos na seção internacional e de teoria. Fechamos esta edição quando a eleição brasileira se encerrava. Como não poderia deixar de ser, nesta décima edição de Movimento, apresentamos nossas primeiras análises sobre os resultados eleitorais. Sabemos que a vitória de Jair Bolsonaro trará graves ataques à classe trabalhadora e ao povo brasileiro. Estaremos com nosso povo, lutando em defesa das liberdades democráticas e de nossos direitos. Mais uma vez, esperamos que a revista seja uma ferramenta útil de construção e formação para nossos camaradas. Boa leitura!

Solzinho

Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky

Leon Trotsky Joseph Stalin

MES: Movimento Esquerda Socialista MES: Movimento Esquerda Socialista