Revista Movimento Movimento Movimento: crítica, teoria e ação

Oitenta tiros de alerta?

Basta de genocídio do povo negro!

Reprodução
Reprodução

Nesse domingo (7), na Zona Norte do Rio de Janeiro, o carro de uma família foi alvejado por militares com mais de 80 tiros de fuzil.

Os militares disseram que o veículo da família foi confundido com o carro de fuga de assaltantes, mas de acordo com as testemunhas não tinham atividades estranhas no local.

No carro estavam cinco pessoas, entre elas, uma criança de 7 anos. O pai da família, Evaldo, foi morto. Seu sogro foi baleado, mas está bem. O restante da família conseguiu sair do carro antes que o os militares atirassem mais vezes.

Até quando esse tipo de atitude será aceita? Quantos mais tem que morrer para que essa guerra acabe?

Segundo a viúva do músico, os militares caçoavam dela enquanto pedia ajuda. Uma amiga da família, que estava no carro, afirmou que os atiradores não sinalizaram antes de abrir fogo.

EXIGIMOS JUSTIÇA!

Artigo originalmente publicado na página do Juntos! do Facebook.

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Neste mês de março, preparamos uma nova edição da Revista Movimento, dedicada especialmente para a reflexão e elaboração política sobre a luta das mulheres. Selecionamos um conjunto de materiais - artigos teóricos, textos políticos, documentos e uma especial entrevista - com o intuito de aprofundar o esforço consciente demonstrado por nossa organização nos últimos anos em avançar na compreensão sobre o tipo de feminismo que defendemos, bem como sobre o papel essencial e a importância estratégica que a luta feminista tem para a construção de um projeto anticapitalista. Um desafio exigido pela atual conjuntura, marcada pela ascensão de governos de extrema-direita no mundo, na qual o movimento feminista tem se apresentado como contraponto e trincheira de resistência fundamental. Por isso, esta edição pretende, antes de mais nada, auxiliar e fortalecer nossas intervenções feministas nesse momento, a começar por duas datas muito significativas que inauguram este mês: o 8 e o 14 de março, dia em que se completará um ano do brutal assassinato de nossa companheira Marielle Franco. Esperamos que seja proveitoso e sirva como instrumento para as nossas batalhas. Boa leitura!

Solzinho

MES: Movimento Esquerda Socialista MES: Movimento Esquerda Socialista