Nosso apoio a mobilização da GERDAU

Nosso apoio a mobilização da GERDAU

Em Charqueadas (RS), o Sindicato dos Metalúrgicos trava uma luta contra os ataques da Gerdau, que quer alterar as escalas de trabalho e os salários dos trabalhadores. O PSOL está ombro a ombro nessa luta dos trabalhadores metalúrgicos.

15 set 2021, 13:19

O Sindicato dos Metalúrgicos de Charqueadas está na luta contra os ataques da Gerdau aos direitos dos trabalhadores. Defende a manutenção da escala de trabalho e dos salários, cujos valores a empresa quer reduzir em até 30% implantando escala fixa.
Luis Carvalho, o Luisão, presidente do sindicato, e mais oito dirigentes estão acampados dentro da empresa exigindo negociação real.

A CUT já havia negociado a escala da GERDAU em Sapucaia, município da Região Metropolitana de Porto Alegre. Isso dificulta a luta em Charqueadas, na chamada Região Carbonífera do Rio Grande do Sul, mas não a torna inviável se os trabalhadores ganharem mais apoio.

Por isso, na manhã desta quarta-feira (15), a luta dos metalúrgicos ganhou reforço. O dirigente estadual do PSOL Etevaldo Teixeira esteve na Gerdau ao lado do presidente do Sindicato dos Metroviários (SindimetroRS), Luis Chagas, e da secretaria geral do SindimetroRS, Ayllu Acosta, para apoiar a mobilização dos metalúrgicos. Também compareceram Priscila Vaz, presidente do diretório municipal do PSOL em Charqueadas e ex-funcionária da Gerdau, e Nina, militante histórica e ex-liderança do MST.
O PSOL se colocou à disposição dessa luta e de todas as ações que a levem à vitória.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é a vigésima primeira edição da Revista Movimento, dedicada aos debates em curso do VII Congresso Nacional do PSOL. Nela encontram-se artigos de análise, polêmica e discussão programática para subsidiar os debates de nossos camaradas em todo o país e contribuir com a batalha pela pré-candidatura de nosso companheiro Glauber Braga à presidência da República pelo PSOL. A edição também conta com análises de importantes questões internacionais contemporâneas e de outros temas de interesse, como os desafios da luta pelo “Fora, Bolsonaro” e as crises hídrica e elétrica no Brasil. Num ano de 2021 ainda marcado pela tragédia da pandemia da Covid-19 e pelo descaso criminoso de governos em todo o mundo, lamentamos a perda de nosso grande camarada Tito Prado (1949-2021), militante internacionalista e dirigente de Nuevo Perú. A ele dedicamos esta edição de nossa revista e, em sua homenagem, publicamos artigos em sua memória. Boa leitura!