Nosso apoio a mobilização da GERDAU

Nosso apoio a mobilização da GERDAU

Em Charqueadas (RS), o Sindicato dos Metalúrgicos trava uma luta contra os ataques da Gerdau, que quer alterar as escalas de trabalho e os salários dos trabalhadores. O PSOL está ombro a ombro nessa luta dos trabalhadores metalúrgicos.

15 set 2021, 13:19

O Sindicato dos Metalúrgicos de Charqueadas está na luta contra os ataques da Gerdau aos direitos dos trabalhadores. Defende a manutenção da escala de trabalho e dos salários, cujos valores a empresa quer reduzir em até 30% implantando escala fixa.
Luis Carvalho, o Luisão, presidente do sindicato, e mais oito dirigentes estão acampados dentro da empresa exigindo negociação real.

A CUT já havia negociado a escala da GERDAU em Sapucaia, município da Região Metropolitana de Porto Alegre. Isso dificulta a luta em Charqueadas, na chamada Região Carbonífera do Rio Grande do Sul, mas não a torna inviável se os trabalhadores ganharem mais apoio.

Por isso, na manhã desta quarta-feira (15), a luta dos metalúrgicos ganhou reforço. O dirigente estadual do PSOL Etevaldo Teixeira esteve na Gerdau ao lado do presidente do Sindicato dos Metroviários (SindimetroRS), Luis Chagas, e da secretaria geral do SindimetroRS, Ayllu Acosta, para apoiar a mobilização dos metalúrgicos. Também compareceram Priscila Vaz, presidente do diretório municipal do PSOL em Charqueadas e ex-funcionária da Gerdau, e Nina, militante histórica e ex-liderança do MST.
O PSOL se colocou à disposição dessa luta e de todas as ações que a levem à vitória.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

   

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é a vigésima quarta edição da Revista Movimento. Iniciando nossas publicações em 2022, preparamos uma edição com um dossiê de mulheres, organizado pelas mulheres do Movimento Esquerda Socialista (MES).