Manifestação indígena contra o marco temporal é reprimida em SP
WhatsApp-Image-2023-05-30-at-09.38.11

Manifestação indígena contra o marco temporal é reprimida em SP

Repressão policial atacou manifestantes guaranis que protestavam pacificamente próximos à terra indígena Jaraguá, na zona norte de São Paulo. Veja o vídeo

Redação da Revista Movimento 30 maio 2023, 09:40

A manifestação realizada hoje pelo povo Guarani Mbya contra o Projeto de Lei 490 (que trata do chamado marco temporal das terras indígenas ) foi violentamente reprimida pela polícia militar na Rodovia dos Bandeirantes, próximo à terra indígena Jaraguá ocupada por esta comunidade. A ação violenta contra os manifestantes, incluindo idosos e crianças, contou com grande aparato policial e a intervenção até mesmo de um helicóptero.

Confira abaixo o vídeo da repressão e leia o manifesto construído pela povo Guarani Mbya sobre a luta contra o PL 490:

POVO GUARANI CONTRA VOTACAO PL490

Posicionamento do Povo Guarani Mbya TI JARAGUÁ frente a votação do PL490

Nosso povo, originário desse território, sofre violência desde a chegada dos colonizadores, em particular do bandeirante Afonso Sardinha, impulsionado pelo enriquecimento através da exploração de ouro, de recursos da natureza e escravizando nossos antepassados.

Desde então esse território ficou sob uma disputa de posse:

De um lado o Estado com ameaça de posse do território, sob alegação de área de sobreposição entre o parque e a Terra Indígena, conflitando interesses com a portaria declaratória da demarcação do nosso território (que faz limite com o Parque Estadual do Jaraguá).

Nosso território sagrado existe há muito tempo, ou seja, estamos aqui desde muito antes da chegada dos colonizadores, estamos aqui muito antes de uma regulamentação e criação das áreas de parque.

E do outro lado, o avanço da especulação imobiliária que cresce desenfreadamente e sem plenjamento, em loteamentos em áreas de mata, nascentes de rios, visando os interesses da propriedade privada.

Diante desse cenário de destruição e matança nos deparamos com a votação, em caráter de urgência, nesta terça-feira, dia 30.05, do PL 490, toda a força que o aparato do Estado investe a fragilizando a política indigenista e também expondo a comunidade à violência de uma reintegração de posse, legitimando a retirada forçada dos povos de seus territórios ancestrais, podendo causar ações violentas legitimadas por esses projetos de lei, emendas da constituição e pelo Marco Temporal.

Decidimos, junto ao nosso povo, anciãs e anciões, guerreiras e guerreiros que é necessária uma resposta frente estes enfrentamentos promovidos pela política de ódio, antiindigenista que atua na contramão de todos os estudos e indícios dos desastres, e causas causas do aquecimento global.

A Terra Indígena Jaraguá vai resistir e nós pedimos ao Estado Brasileiro, o juruá rekó (modo de vida e cultura do não indígena), que tenha sentimento e respeito pela nossa existência e não atue com violência contra nosso povo, nós queremos manifestar nosso rezo, nosso canto, nossa dança, nossa fé.Nós só queremos mostrar ao não indígena que somos os guardiões e as guardiãs do bioma Mata Atlântica, que chamamos “nheery”, resistimos e protegemos essa mata, o Cinturão Verde da Mata Atlântica, e todas os recursos da vida que a Mãe Natureza oferece.

Aguyjevete para todo povo de luta!


TV Movimento

Lançamento: “A Alemanha da Revolução ao Nazismo: Reflexões para a Atualidade”, de Luciana Genro

O lançamento ocorre na quarta-feira (31), a partir das 19h, com um debate com Luciana Genro e Roberto Robaina. Assista!

ARGENTINA | Trabalhadores gaúchos prestando solidariedade ao povo argentino nas ruas contra Milei!

Diretamente de Buenos Aires, o presidente do Sindimetro/RS, Luis Henrique Chagas e uma delegação de sindicalistas está presente na enorme mobilização contra o governo de extrema direita de Javier Milei

VÍDEO | Cem anos depois, Lenin é atual?

Como parte dos debates sobre o centenário de Lenin, republicamos a entrevista de Breno Altman com o historiador e professor de Relações Internacionais (UFABC) Valter Pomar
Editorial
Israel Dutra | 25 fev 2024

Três bandeiras para enfrentar a extrema direita

Desde nossa localização independente, queremos agitar de forma combinada a solidariedade ao povo palestino, a prisão de Bolsonaro e a exigência de justiça por Marielle e Anderson
Três bandeiras para enfrentar a extrema direita
Edição Mensal
Capa da última edição da Revista Movimento
Revista Movimento nº 45-46
Confira a nova edição com o Dossiê - 100 anos da morte de Vladimir Lênin
Ler mais

Podcast Em Movimento

Colunistas

Ver todos

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Confira a nova edição com o Dossiê - 100 anos da morte de Vladimir Lênin