‘Duplamente inelegível’: TSE condena Bolsonaro pela segunda vez
TSE2

‘Duplamente inelegível’: TSE condena Bolsonaro pela segunda vez

Dessa vez, tribunal puniu também o ex-candidato a vice, general Walter Braga Netto, que planejava ser candidato nas eleições municipais do Rio em 2024

Tatiana Py Dutra 1 nov 2023, 11:00

Foto: TSE/Divulgação

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) conseguiu a proeza de conquistar uma segunda condenação à inelegibilidade (apesar de as penas não serem cumulativas). Dessa vez, a punição vem pelo uso eleitoreiro das comemorações do Bicentenário da Independência, em 7 de Setembro do ano passado. Bolsonaro e o candidato a vice em sua chapa, general Walter Braga Netto, não podem disputar eleições nos próximos oito anos.

A decisão foi tomada nesta terça-feira (31), pelos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), num placar de 5 votos a 2. O julgamento começou no dia 24 de outubro, quando o relator, ministro Benedito Gonçalves, proferiu voto citando as irregularidades cometidas na cerimônia em Brasília e no Rio de Janeiro. 

Na capital federal, foi registrada a autorização do governo para que tratores de agricultores bolsonaristas participassem do desfile militar e para a entrada de um trio elétrico na Esplanada dos Ministérios para realização do comício de Bolsonaro após o desfile. No Rio, o ex-presidente discursou em um palanque montado na praia de Copacabana. As condutas caracterizariam abuso de poder político e econômico, e uso indevido dos meios de comunicação.

Verdugo de Bolsonaro, o ministro Alexandre Moraes proferiu um voto que viralizou na internet. Nele, cita que o ex-presidente afastou o presidente de Portugal para dar espaço ao seu lado ao empresário Luciano Hang, com um terno “verde-periquito”. Relembrou ainda que Bolsonaro fazia a convocação de apoiadores para o 7 de Setembro desde a convenção eleitoral, tornando “claro” a intenção premeditada para a conduta ilegal.

“O Bicentenário serviu para falar desde o preço da gasolina ao lançamento do Pix, passando pelo Fies e o aumento do Auxílio Brasil. Se isso não é campanha, nada mais é campanha”, disse.

Além disso, prosseguiu Moraes, como se não bastassem todas as provas, Braga Netto ainda fez uma espécie de confissão em uma entrevista ao falar sobre o evento citando o comparecimento dos apoiadores da chapa e todo o aparato estatal presente. Segundo o ministro, o candidato a vice esteve presente e contribuiu para os eventos.

“A prova é extremamente robusta em relação a ambos os investigados”, finalizou o presidente do TSE.

Golpe

A condenação no TSE foi mais um golpe na desgastada imagem política de Bolsonaro, e um balde de água fria nas pretensões políticas de Braga Netto. Poupado pelo tribunal no julgamento realizado em junho – referente a um evento com embaixadores em que Bolsonaro questionou a lisura do processo eleitoral -, o militar esperava se candidatar às eleições municipais de 2024, no Rio. Agora, está inelegível até 2030.

Ambos ainda terão que pagar multas de R$ 425 mil e R$ 212 mil, respectivamente. as defesas devem recorrer da sentença.


TV Movimento

Desenvolvimento Econômico e Preservação Ambiental: uma luta antineoliberal e anticapitalista

Assista à Aula 02 do curso do canal "Crítica Marxista", uma iniciativa de formação política da Fundação Lauro Campos e Marielle Franco, do PSOL, em parceria com a Revista Movimento. Acompanhe nosso site para conferir a programação completa do curso: https://flcmf.org.br.

Neofascismo e Negacionismo Climático: uma luta internacional

Curso de formação política sobre emergência climática e luta ecossocialista! Assista à Aula 01 do novo curso do canal "Crítica Marxista", uma iniciativa de formação política da Fundação Lauro Campos e Marielle Franco, do PSOL, em parceria com a Revista Movimento. Acompanhe o site da PLCMF para conferir a programação completa do curso: https://flcmf.org.br

Contra a extrema direita na França!

Oliver Besancenot, militante do Novo Partido Anticapitalista (NPA), fala sobre as tarefas da esquerda e os desafios da luta contra a extrema direita no país
Editorial
Israel Dutra e Roberto Robaina | 17 jul 2024

Se aproximam as eleições municipais: colocar o programa no centro da atividade política

As próximas eleições municipais brasileiras serão uma etapa importante da luta contra a extrema direita
Se aproximam as eleições municipais: colocar o programa no centro da atividade política
Edição Mensal
Capa da última edição da Revista Movimento
Revista Movimento nº 51
Esta edição da Revista tem como centro temático um “Dossiê: Transviando o marxismo”, por ocasião ao mês do Mês do Orgulho LGBTQIA+. Ela começa com o texto Manifesto Marxista-Pajubá que se propõe a imprimir uma perspectiva marxista à luta de travestis e demais pessoas trans e às formulações respectivas à transgeneridade. Organizado pelo Núcleo Pajubá do MES, este manifesto oferece um espaço de reflexão, resistência e articulação política, onde vozes diversas e potentes se encontram para desafiar o status quo opressor e explorador e construir lutas de emancipação.
Ler mais

Podcast Em Movimento

Colunistas

Ver todos

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta edição da Revista tem como centro temático um “Dossiê: Transviando o marxismo”, por ocasião ao mês do Mês do Orgulho LGBTQIA+. Ela começa com o texto Manifesto Marxista-Pajubá que se propõe a imprimir uma perspectiva marxista à luta de travestis e demais pessoas trans e às formulações respectivas à transgeneridade. Organizado pelo Núcleo Pajubá do MES, este manifesto oferece um espaço de reflexão, resistência e articulação política, onde vozes diversas e potentes se encontram para desafiar o status quo opressor e explorador e construir lutas de emancipação.