Monica aprova PL que garante ala especial para quem dá à luz a bebês natimortos
WhatsApp Image 2024-03-19 at 18.56.38

Monica aprova PL que garante ala especial para quem dá à luz a bebês natimortos

Projeto visa preservar pessoas que gestam durante o luto maternal

Dani Ribeiro 20 mar 2024, 11:53

Foto: Mandato Pretas

O projeto de lei que autoriza hospitais das redes pública e privada de saúde a oferecerem leito ou ala separada para as mães de bebês natimortos e/ou com óbito fetal, foi aprovada pela primeira vez em 2021, mas foi vetada pelo então governador João Doria Junior (PSDB).

Porém, o projeto foi reapresentado e a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou, nesta terça-feira (18), a Lei 1697/23, o benefício a essas pessoas em luto. O projeto foi proposto por Monica Seixas, deputada estadual do Movimento Pretas do PSOL.

“O luto maternal a ser enfrentado na maternidade ou hospital além de traumático é demasiadamente dolorido. [Quem gesta] experimenta o cruel sentimento de não pertencimento ao ambiente do parto em razão da morte do nascituro ou do feto. No mesmo ambiente são reunidas mulheres em condições tão diversas. De um lado, extrema felicidade, de outro, extrema tristeza. Mulheres em trabalho de parto reunidas com mulheres que se encontram com seus bebês sem vida (intra útero) aguardando o parto e com mulheres que já passaram pelo parto para retirada do bebê falecido”, diz o texto do projeto.

Segundo a deputada, é necessário resguardar a saúde física e emocional das pessoas que gestam. 

“Uma pessoa grávida se reduz ao bebê que vai nascer, todo o debate se reduz a isso. Mas há um corpo que sente, que chora e sangra. As maternidades têm que ser um local de acolhimento da mulher. Eu passei por isso recentemente”, explica Monica Seixas. “Fico temerosa de que o projeto não seja sancionado novamente e faço um apelo ao atual governador”, finaliza. 


TV Movimento

PL do UBER: regulamenta ou destrói os direitos trabalhistas?

DEBATE | O governo Lula apresentou uma proposta de regulamentação do trabalho de motorista de aplicativo que apresenta grandes retrocessos trabalhistas. Para aprofundar o debate, convidamos o Profº Ricardo Antunes, o Profº Souto Maior e as vereadoras do PSOL, Luana Alves e Mariana Conti

O PL da Uber é um ataque contra os trabalhadores!

O projeto de lei (PL) da Uber proposto pelo governo foi feito pelas empresas e não atende aos interesses dos trabalhadores de aplicativos. Contra os interesses das grandes plataformas, defendemos mais direitos e melhores salários!

Greve nas Universidades Federais

Confira o informe de Sandro Pimentel, coordenador nacional de educação da FASUBRA, sobre a deflagração da greve dos servidores das universidades e institutos federais.
Editorial
Israel Dutra e Roberto Robaina | 10 abr 2024

Musk é inimigo da liberdade

Os ataques do bilionário contra Alexandre de Moraes incentivam a extrema direita brasileira
Musk é inimigo da liberdade
Edição Mensal
Capa da última edição da Revista Movimento
Revista Movimento nº 48
Edição de março traz conteúdo inédito para marcar a memória da luta contra a repressão
Ler mais

Podcast Em Movimento

Colunistas

Ver todos

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Edição de março traz conteúdo inédito para marcar a memória da luta contra a repressão