Leituras Brasileiras: Formação nacional e reversão neocolonial

Leituras Brasileiras: Formação nacional e reversão neocolonial

Reproduzimos o primeiro episodio de uma série de vídeos realizada pela página Leituras Brasileiras com o professor e economista da Unicamp.

Plínio de Arruda Sampaio Jr. 21 jul 2017, 13:09

A Revista Movimento começa a reproduzir hoje em nosso site uma série produzida pelo Leituras Brasileiras na qual o professor e economista Plínio de Arruda Sampaio Jr. – entrevistado pelo 5º número de nossa edição impressa – revisa temas clássicos da formação social brasileira e analisa a situação do Brasil contemporâneo à luz de autores como Florestan Fernandes, Caio Prado Júnior e Celso Furtado.

Na primeira seção, Plínio fala de temas como a formação nacional, o processo de reversão neocolonial em curso no país e a revolução brasileira.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
Na 16ª edição, estão disponíveis dois dossiês. No primeiro, sobre o ecossocialismo, podem-se se encontrar as recentes teses de Michael Löwy, além de uma entrevista com o sociólogo e dirigente da IV Internacional. Também publicamos uma entrevista com Zé Rainha, dirigente da FNL, sobre sua trajetória de luta e os desafios dos socialistas no Brasil; uma entrevista com Antônia Cariongo, dirigente quilombola e do PSOL-MA; e artigos de Luiz Fernando Santos, sobre a lógica marxista e a Amazônia, e de Marcela Durante, do Setorial Ecossocialista do PSOL. O segundo dossiê traz algumas análises iniciais sobre a pandemia de coronavírus. Há artigos de Mike Davis e Daniel Tanuro; documentos do MES e do Bureau da IV Internacional; além de uma densa análise de nossas companheiras Evelin Minowa, Joyce Martins, Luana Alves, Natália Peccin Gonçalves, Natalia Pennachioni e Vanessa Couto e de um artigo do camarada Bruno Magalhães. A seção de depoimentos traz um instigante artigo de Pedro Fuentes sobre a história de seu irmão Luis Pujals, o primeiro desaparecido político da história da Argentina. Já a seção internacional traz uma análise do sociólogo William I. Robinson sobre a situação latino-americana.