Congresso do PSOL gaúcho aprova nome de Luciana Genro à presidência da República
Luciana Genro participa do 6º Congresso do PSOL gaúcho - Samir Oliveira

Congresso do PSOL gaúcho aprova nome de Luciana Genro à presidência da República

PSOL gaúcho indica que o partido debata nacionalmente o nome de Luciana Genro para a presidência da República.

Luciana Genro 31 out 2017, 22:43

O VI Congresso Estadual do PSOL-RS aprovou neste domingo (29/10) indicar o nome de Luciana Genro como pré-candidata do partido à presidência da República nas eleições de 2018. A resolução será levada à discussão no Congresso Nacional do PSOL, que ocorre nos dias 2 e 3 de dezembro na cidade de Luziânia, em Goiás.

“O PSOL gaúcho é consciente de que existem outros nomes. Há possibilidade de Guilherme Boulos se filiar ao partido e a hipótese de que seja candidato à presidência existe. Mas isso pressupõe um debate de programa e este programa deve se colocar como uma alternativa tanto contra a direita, como contra a velha esquerda. Em 2014 Luciana encarnou essa possibilidade. Aprovamos essa resolução para que o partido nacionalmente saiba que o Rio Grande do Sul tem um nome a oferecer na disputa presidencial”, disse o vereador Roberto Robaina.

Caso o partido, nacionalmente, opte por uma outra candidatura presidencial, Luciana Genro deverá concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa.

O Congresso do PSOL-RS indicou Robaina como pré-candidato ao governo estadual e também reconduziu o nome de Israel Dutra para a presidência do partido no Estado. Estiveram presentes na mesa de abertura do Congresso lideranças do PSTU, do PPL, da Unidade Popular, além de moradores das ocupações urbanas, dirigentes sindicais e representantes das categorias em greve, como municipários e professores estaduais.

Fonte: https://lucianagenro.com.br/2017/10/congresso-do-psol-gaucho-aprova-nome-de-luciana-genro-a-presidencia-da-republica/


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
Na 16ª edição, estão disponíveis dois dossiês. No primeiro, sobre o ecossocialismo, podem-se se encontrar as recentes teses de Michael Löwy, além de uma entrevista com o sociólogo e dirigente da IV Internacional. Também publicamos uma entrevista com Zé Rainha, dirigente da FNL, sobre sua trajetória de luta e os desafios dos socialistas no Brasil; uma entrevista com Antônia Cariongo, dirigente quilombola e do PSOL-MA; e artigos de Luiz Fernando Santos, sobre a lógica marxista e a Amazônia, e de Marcela Durante, do Setorial Ecossocialista do PSOL. O segundo dossiê traz algumas análises iniciais sobre a pandemia de coronavírus. Há artigos de Mike Davis e Daniel Tanuro; documentos do MES e do Bureau da IV Internacional; além de uma densa análise de nossas companheiras Evelin Minowa, Joyce Martins, Luana Alves, Natália Peccin Gonçalves, Natalia Pennachioni e Vanessa Couto e de um artigo do camarada Bruno Magalhães. A seção de depoimentos traz um instigante artigo de Pedro Fuentes sobre a história de seu irmão Luis Pujals, o primeiro desaparecido político da história da Argentina. Já a seção internacional traz uma análise do sociólogo William I. Robinson sobre a situação latino-americana.