Revista Movimento Movimento Movimento: crítica, teoria e ação

Congresso do PSOL gaúcho aprova nome de Luciana Genro à presidência da República

PSOL gaúcho indica que o partido debata nacionalmente o nome de Luciana Genro para a presidência da República.

Luciana Genro participa do 6º Congresso do PSOL gaúcho - Samir Oliveira
Luciana Genro participa do 6º Congresso do PSOL gaúcho - Samir Oliveira

O VI Congresso Estadual do PSOL-RS aprovou neste domingo (29/10) indicar o nome de Luciana Genro como pré-candidata do partido à presidência da República nas eleições de 2018. A resolução será levada à discussão no Congresso Nacional do PSOL, que ocorre nos dias 2 e 3 de dezembro na cidade de Luziânia, em Goiás.

“O PSOL gaúcho é consciente de que existem outros nomes. Há possibilidade de Guilherme Boulos se filiar ao partido e a hipótese de que seja candidato à presidência existe. Mas isso pressupõe um debate de programa e este programa deve se colocar como uma alternativa tanto contra a direita, como contra a velha esquerda. Em 2014 Luciana encarnou essa possibilidade. Aprovamos essa resolução para que o partido nacionalmente saiba que o Rio Grande do Sul tem um nome a oferecer na disputa presidencial”, disse o vereador Roberto Robaina.

Caso o partido, nacionalmente, opte por uma outra candidatura presidencial, Luciana Genro deverá concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa.

O Congresso do PSOL-RS indicou Robaina como pré-candidato ao governo estadual e também reconduziu o nome de Israel Dutra para a presidência do partido no Estado. Estiveram presentes na mesa de abertura do Congresso lideranças do PSTU, do PPL, da Unidade Popular, além de moradores das ocupações urbanas, dirigentes sindicais e representantes das categorias em greve, como municipários e professores estaduais.

Fonte: https://lucianagenro.com.br/2017/10/congresso-do-psol-gaucho-aprova-nome-de-luciana-genro-a-presidencia-da-republica/

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Apresentamos uma revista especial sobre os 50 anos do Maio de 1968 com o orgulho de herdar uma tradição. Assim como a Comuna de 1871, a Revolução Russa de 1917 e as lutas contra as ditaduras na América Latina, consideramo-nos parte deste excepcional movimento mundial de luta política, protagonizado por jovens e trabalhadores de várias partes do mundo, como nas famosas barricadas de Paris. Consideramos suas lições e sua potência como atuais. Boa parte dos leitores da Revista Movimento participaram ativamente das Jornadas de Junho de 2013 em nosso país. Aos cinco anos deste acontecimento, queremos contribuir para o encontro e a síntese de tão distantes e ao mesmo tempo tão próximas gerações.

Solzinho

Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky

Leon Trotsky Joseph Stalin

MES: Movimento Esquerda Socialista MES: Movimento Esquerda Socialista