Debate lança Revista Movimento em São Paulo
Capa da Movimento n. 7-8

Debate lança Revista Movimento em São Paulo

Na próxima quinta-feira, dia 22 de março às 18 horas, acontecerá o lançamento em São Paulo da edição especial de número 7-8 da Revista Movimento.

Pedro Micussi 19 mar 2018, 15:24

Na próxima quinta-feira, dia 22 de março às 18 horas, acontecerá o lançamento em São Paulo da edição especial de número 7-8 da Revista Movimento. O evento terá lugar no Auditório do primeiro andar da Faculdade de Direito da USP, no número 95 do Largo São Francisco.

Editada trimestralmente desde 2016 como uma iniciativa do Movimento Esquerda Socialista (MES), a Revista Movimento é uma publicação teórico-política orientada para o debate de ideias entre os socialistas, a elaboração programática e a ação política.

Nesta edição a revista conta com uma seção especial de documentos elaborados como forma de subsídio à VI Conferência do MES. Além dela, a revista conta ainda com um bloco de textos de análises da conjuntura internacional, uma seção sobre a crise nacional de segurança pública, além dos já tradicionais artigos de teoria marxista.

O debate de lançamento em São Paulo contará com a presença do economista marxista Plínio Sampaio Jr, da vereadora paulistana Sâmia Bomfim (PSOL) e do diretor da Revista Movimento Thiago Aguiar.

Nossa equipe convida todas suas leitoras e leitores a comparecerem ao evento e garantirem lá a compra da edição especial de número 7-8 da Revista Movimento, que estará sendo vendida pelo valor de R$20. Lembramos também a todos aqueles que não puderem comparecer que esse e os demais números da revista podem ser adquiridos através da seção de vendas de nosso site.

Para mais informações, consulte o nosso evento no Facebook.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
“Enquanto os efeitos sanitários e econômicos da Covid-19 seguem fazendo-se sentir, escancarando a crise global do capitalismo, as lutas na América Latina começam a apresentar importantes conquistas no enfrentamento da extrema-direita continental. Na Bolívia, após meses de enfrentamentos e mobilização popular, a contundente vitória da chapa do MAS pôs fim ao governo ilegítimo e reacionário de Jeanine Áñez. No Chile, após as multitudinárias manifestações de 2019, o plebiscito levou a uma vitória esmagadora em favor de uma nova constituição elaborada por assembleia exclusiva. Na campanha eleitoral estadunidense em curso, está em jogo a possibilidade de derrotar o trumpismo, que anima movimentos neofascistas e racistas naquele país e em todo o mundo. Ao mesmo tempo, as eleições municipais brasileiras abrem a possibilidade de construir uma alternativa nas cidades que contribua para isolar e derrotar o bolsonarismo. A décima oitava edição da Revista Movimento debruça-se sobre esses processos de mobilização nas ruas e de enfrentamento eleitoral em curso”.