Repúdio à covarde repressão de Israel na Faixa de Gaza
Palestinos são atacados por forças israelenses na última sexta-feira - Amir Cohen / Reuteurs.

Repúdio à covarde repressão de Israel na Faixa de Gaza

O Partido Socialismo e Liberdade vem por meio de sua Secretaria de Relações Internacionais repudiar os ataques contra o povo palestino.

A última sexta-feira (30/03) esteve marcada por mais um banho de sangue patrocinado pelo Estado genocida de Israel e seu carniceiro-mor Benjamin Netanyahu. Dezessete palestinos mortos e outro 1400 feridos foram o saldo de uma nova ação repressiva dos tanques e soldados israelenses na Faixa de Gaza. Preparados para iniciar a Marcha do Retorno – uma campanha de seis semanas reivindicando a devolução do território usurpado por Israel – milhares de palestinos foram vítimas dos potentes armamentos sionistas que desencadearam uma chuva de balas contra manifestantes desarmados.

Esse covarde massacre infelizmente deverá se repetir enquanto a comunidade internacional não adotar sanções mais enérgicas contra a sanha imperialista de Israel – que há alguns dias havia condenado a adolescente palestina Ahed Tamini a absurdos 8 meses de prisão após esta não aceitar a opressão contra seu povoado. É preciso que o Estado-pária de Israel seja responsabilizado por suas constantes violações aos direitos humanos e que seja pressionado com os dispositivos mais contundentes até que se cumpra na prática o direito de existir da Palestina.

Nós da Secretaria de Relações Internacionais do PSOL nos somamos ativamente à onda de solidariedade internacional ao povo palestino. Exigimos que o Itamaraty tenha um mínimo de dignidade e repudie veementemente esta carnificina premeditada por Israel.

Ligado à causa palestina desde o manifesto de sua fundação em 2004, o PSOL seguirá empenhando todos os esforços internacionalistas para transformar a dor diante de cada massacre contra nossos irmãos palestinos em revolta contra a opressão israelense!

Viva a luta do povo palestino! Justiça para as vítimas da repressão à Marcha do Retorno! Que se amplie ainda mais o boicote a Israel!


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
O MES completa 20 anos. A edição n. 14-15 da Revista Movimento é dedicada por completo ao importante evento que marca duas décadas de nossa história. Apesar de jovens, podemos dizer que poucas organizações na história política da esquerda brasileira alcançaram essa marca com tamanho vigor. Longe de autoproclamação, desejamos transformar nossos êxitos em força social e militante para novos e amplos impulsos. Ainda não cumprimos uma maratona, mas nossa história sem dúvida deixou para trás a visão de curto prazo, que alguns adversários nos chegaram a prognosticar. Diante das muitas provas, vitórias e algumas derrotas, podemos celebrar e somar forças para enfrentar as tarefas imediatas: derrotar a tentação autoritária de Bolsonaro e avançar na construção de uma alternativa socialista.