Revista Movimento Movimento Movimento: crítica, teoria e ação

Vai ter PSOL em MG

A candidatura de Dirlene Marques aparece em 4º lugar nas últimas pesquisas de intenções para o governo de Minas Gerais.

Dirlene Marques e Sara Azevedo - Reprodução
Dirlene Marques e Sara Azevedo - Reprodução

Nas eleições de 2018, no estado de Minas Gerais, as primeiras pesquisas divulgadas mostram as o descontentamento do povo contra os velhos políticos. A pesquisa divulgada hoje pelo DataPoder360 apresenta a marca de 27 a 30% de brancos e nulos demonstrando o repúdio aos velhos políticos do regime e a decepção com o governo do estado, hoje de Fernando Pimentel (PT).

A partir disso, o PSOL surge como o novo. Sendo a única candidata mulher no pleito, Dirlene Marques, apresenta a radicalidade do discurso em oposição aos 3 candidatos a sua frente. Apontada em 4° lugar com 5% das intenções de votos, demonstram a força das nossas idéias e o crescente espaço a esquerda no estado.

Temos ainda um caminho a percorrer, porém largamos na frente e vamos disputar pra chegar no segundo turno.

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Neste mês de março, preparamos uma nova edição da Revista Movimento, dedicada especialmente para a reflexão e elaboração política sobre a luta das mulheres. Selecionamos um conjunto de materiais - artigos teóricos, textos políticos, documentos e uma especial entrevista - com o intuito de aprofundar o esforço consciente demonstrado por nossa organização nos últimos anos em avançar na compreensão sobre o tipo de feminismo que defendemos, bem como sobre o papel essencial e a importância estratégica que a luta feminista tem para a construção de um projeto anticapitalista. Um desafio exigido pela atual conjuntura, marcada pela ascensão de governos de extrema-direita no mundo, na qual o movimento feminista tem se apresentado como contraponto e trincheira de resistência fundamental. Por isso, esta edição pretende, antes de mais nada, auxiliar e fortalecer nossas intervenções feministas nesse momento, a começar por duas datas muito significativas que inauguram este mês: o 8 e o 14 de março, dia em que se completará um ano do brutal assassinato de nossa companheira Marielle Franco. Esperamos que seja proveitoso e sirva como instrumento para as nossas batalhas. Boa leitura!

Solzinho

MES: Movimento Esquerda Socialista MES: Movimento Esquerda Socialista