Deputada Luciana Genro lança Frente Parlamentar em Defesa da Moradia Popular Digna
Instalação da Frente teve a participação de autoridades e representantes de entidades de defesa da moradia | Foto: Celso Bender - Agência ALRS

Deputada Luciana Genro lança Frente Parlamentar em Defesa da Moradia Popular Digna

A Frente vai atuar em defesa da regularização das ocupações.

Luciana Genro 23 abr 2019, 18:14

A deputada estadual Luciana Genro, do PSOL, lançou na noite desta quarta-feira (17/04) a Frente Parlamentar em Defesa da Moradia Popular Digna. A atividade ocorreu no Plenarinho da Assembleia Legislativa. 

A Frente vai atuar em defesa da regularização das ocupações, da garantia de condições dignas de moradia e na luta contra os processos de reintegração de posse que ameaçam o direito de morar de quem não tem condições financeiras de pagar os altos preços dos aluguéis. 

“É preciso investir em políticas públicas para a área da habitação, com ações concretas para garantir a moradia digna a quem precisa. Vamos fazer reuniões com os integrantes das ocupações para levantarmos as demandas coletivas e individuais de cada uma delas. E vamos cobrar do governo do Estado e do município o apoio para tratarmos das situações apontadas”, destacou a deputada Luciana Genro. 

O déficit habitacional no RS é de 350 mil moradias. O secretário estadual de Obras e Habitação, José Luiz Stédile, a defensora pública Isabel Wexel e diretor do Departamento Municipal de Habitação (DEMHAB), Mário Marchesan também participaram do lançamento da Frente. 

Estiveram presentes o Conselho Regional de Luta pela Moradia Popular, representando pelo coordenador, Juliano Fripp, e representantes e moradores de pelo menos 30 ocupações de Porto Alegre, da Grande Porto Alegre e de outros municípios do RS. Uma delas foi a Vila Ipe-São Borja, que tem 25 anos de história na Capital. A presidente da Associação da Vila Ipe-São Borja, Helena Cristina Borges, aproveitou a instalação da Frente para entregar os documentos de regularização da Vila e agradeceu ao acompanhamento da deputada Luciana Genro.

Participaram ainda do lançamento o coordenador da ONG Acesso – Cidadania e Direitos Humanos, Jacques Alfonsin; o Coordenador do ; a especialista em cooperativas Adriana Fontoura, e representante do gabinete do vereador Roberto Robaina, do PSOL – Robaina também é vice-presidente da Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação (Cuthab) da Câmara da Municipal de Porto Alegre-; o deputado Rodrigo Maroni, do Podemos, um dos 19 parlamentares que assinaram a criação da Frente; a arquiteta Claudia Favaro; a representante do Movimento dos trabalhadores Sem Teto (MTST), Claudia Ávila; o presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RS), Rafael Bastos; e a advogada Clarice Zanini.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
A décima terceira edição da Revista Movimento dedica-se ao debate sobre os desafios da esquerda socialista no Brasil diante da crise nacional que se desenrola há anos e do governo Bolsonaro. Para tanto, foram convidados dirigentes do PSOL, do MES e de outras organizações revolucionárias que atuam no partido. O dossiê sobre a estratégia da esquerda e o PSOL reflete os desafios da organização de um polo socialista no interior do partido. Há também, na seção nacional, reflexões sobre a crise econômica brasileira, as revelações de The Intercept e as lutas da juventude e da negritude. As efemérides do centenário da escola Bauhaus e do cinquentenário do levante de Stonewall também aparecem no volume, além da tese das mulheres do MES para o Encontro de Mulheres do PSOL.