Por que ingressamos no MES/PSOL?

Por que ingressamos no MES/PSOL?

Carta de adesão ao MES/PSOL de militantes da região do ABC (São Paulo).

Viemos de diferentes caminhos, histórias e nos encontramos nas lutas pelos nossos direitos. Agora, decidimos dar um passo conjunto de ousadia e unidade política dos debaixo.

Vivemos tempos duros. A eleição de Bolsonaro colocou na presidência uma articulação empresarial, militar e ultraconservadora, que tratora direitos sociais, trabalhistas, ataca os espaços democráticos da classe trabalhadora e aumenta a violência. Cresce o desemprego e os subempregos, aumenta a concentração de capital, os monopólios e os salários caem para taxas de lucro dos grandes empresários se manterem.

Para enfrentar esse cenário trilhamos agora um caminho conjunto com os companheiros e companheiras do Movimento Esquerda Socialista (MES-PSOL).

Porém, mais do que resistir, queremos semear uma alternativa para o futuro do Brasil e do ABC. Para isso, precisamos acertar as contas com o passado recente e construir um projeto que supere as limitações do programa dos governos petistas. Não há mais espaço para negociação com nossos exploradores, é tempo de defender um projeto radical, democrático e socialista. É tempo de fortalecer nosso partido como alternativa política a esse sistema falido. Esse projeto deve ser construído pelos(as) protagonistas da nossa história: pelas mulheres, negros e negras, trabalhadores e trabalhadoras, juventude, LGBTs, ativistas ambientais e outros.

Passa, também, por enfrentar nas ruas o projeto tucano de privatização, desmonte do patrimônio público, desindustrialização e perdas de empregos da nossa região.

É por essas razões que entramos no MES, sabendo das dificuldades do presente, das nossas trajetórias distintas e até mesmo de divergências do passado, mas com o otimismo da vontade pela construção do socialismo.

Beatriz Alves Ensinas – São Caetano do Sul

Beatriz Carvalho da Silva – Santo André

Bruna Chamas Biondi – São Caetano do Sul

Camilo de Araújo Sousa – São Caetano do Sul

Gabriela Cristina Cavalcante – São Caetano do Sul

Matheus Garcia Boniolo – Santo André

Paulo Sérgio de Araújo Pereira – São Caetano do Sul

Pedro Henrique Teruji Jerônimo Minamidani – São Caetano do Sul

Pedro Mendonça Castelo Branco – São Caetano do Sul

Sandro Vinícius Ortega Nicodemo – Santo André


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
O MES completa 20 anos. A edição n. 14-15 da Revista Movimento é dedicada por completo ao importante evento que marca duas décadas de nossa história. Apesar de jovens, podemos dizer que poucas organizações na história política da esquerda brasileira alcançaram essa marca com tamanho vigor. Longe de autoproclamação, desejamos transformar nossos êxitos em força social e militante para novos e amplos impulsos. Ainda não cumprimos uma maratona, mas nossa história sem dúvida deixou para trás a visão de curto prazo, que alguns adversários nos chegaram a prognosticar. Diante das muitas provas, vitórias e algumas derrotas, podemos celebrar e somar forças para enfrentar as tarefas imediatas: derrotar a tentação autoritária de Bolsonaro e avançar na construção de uma alternativa socialista.