Sâmia Bomfim exige explicações de Joice Hasselmann e irmãos Bolsonaro sobre máquina de fake news
Reprodução

Sâmia Bomfim exige explicações de Joice Hasselmann e irmãos Bolsonaro sobre máquina de fake news

É grave a denúncia sobre rede de perfis falsos nas redes sociais e deve ser investigada.

Equipe Sâmia Bomfim 31 out 2019, 14:19

A deputada Sâmia Bomfim quer que os deputados federais Joice Hasselmann e Eduardo Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro e o vereador da cidade do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro compareçam à Câmara dos Deputados para explicarem a denúncia da máquina de fake news.

O requerimento foi protocolado na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática nesta quarta-feira, 23 de outubro, e segue para aprovação.

A deputada Joice tem alardeado para a imprensa que os filhos de Bolsonaro mantêm uma rede de perfis falsos nas redes sociais para propagação de fake News e difamação de opositores, mantida por uma rede de funcionários sob seu comando. Isso não se trata de fofoca, mas é uma denúncia grave, que pode esclarecer possíveis falcatruas e ilegalidades cometidas pela família Bolsonaro.

Tanto Bolsonaro como seus filhos têm cargos públicos e devem explicar à nação sobre esses atos. E se a deputada Joice tem de esclarecer o que sabe. Deputados e senadores não podem ter participações em redes de fakes news, tampouco um presidente da República. Exigimos explicações!

Artigo originalmente publicado no site da deputada federal Sâmia Bomfim.

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
“Enquanto os efeitos sanitários e econômicos da Covid-19 seguem fazendo-se sentir, escancarando a crise global do capitalismo, as lutas na América Latina começam a apresentar importantes conquistas no enfrentamento da extrema-direita continental. Na Bolívia, após meses de enfrentamentos e mobilização popular, a contundente vitória da chapa do MAS pôs fim ao governo ilegítimo e reacionário de Jeanine Áñez. No Chile, após as multitudinárias manifestações de 2019, o plebiscito levou a uma vitória esmagadora em favor de uma nova constituição elaborada por assembleia exclusiva. Na campanha eleitoral estadunidense em curso, está em jogo a possibilidade de derrotar o trumpismo, que anima movimentos neofascistas e racistas naquele país e em todo o mundo. Ao mesmo tempo, as eleições municipais brasileiras abrem a possibilidade de construir uma alternativa nas cidades que contribua para isolar e derrotar o bolsonarismo. A décima oitava edição da Revista Movimento debruça-se sobre esses processos de mobilização nas ruas e de enfrentamento eleitoral em curso”.