Sâmia Bomfim exige explicações de Joice Hasselmann e irmãos Bolsonaro sobre máquina de fake news
Reprodução

Sâmia Bomfim exige explicações de Joice Hasselmann e irmãos Bolsonaro sobre máquina de fake news

É grave a denúncia sobre rede de perfis falsos nas redes sociais e deve ser investigada.

Equipe Sâmia Bomfim 31 out 2019, 14:19

A deputada Sâmia Bomfim quer que os deputados federais Joice Hasselmann e Eduardo Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro e o vereador da cidade do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro compareçam à Câmara dos Deputados para explicarem a denúncia da máquina de fake news.

O requerimento foi protocolado na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática nesta quarta-feira, 23 de outubro, e segue para aprovação.

A deputada Joice tem alardeado para a imprensa que os filhos de Bolsonaro mantêm uma rede de perfis falsos nas redes sociais para propagação de fake News e difamação de opositores, mantida por uma rede de funcionários sob seu comando. Isso não se trata de fofoca, mas é uma denúncia grave, que pode esclarecer possíveis falcatruas e ilegalidades cometidas pela família Bolsonaro.

Tanto Bolsonaro como seus filhos têm cargos públicos e devem explicar à nação sobre esses atos. E se a deputada Joice tem de esclarecer o que sabe. Deputados e senadores não podem ter participações em redes de fakes news, tampouco um presidente da República. Exigimos explicações!

Artigo originalmente publicado no site da deputada federal Sâmia Bomfim.

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
A décima terceira edição da Revista Movimento dedica-se ao debate sobre os desafios da esquerda socialista no Brasil diante da crise nacional que se desenrola há anos e do governo Bolsonaro. Para tanto, foram convidados dirigentes do PSOL, do MES e de outras organizações revolucionárias que atuam no partido. O dossiê sobre a estratégia da esquerda e o PSOL reflete os desafios da organização de um polo socialista no interior do partido. Há também, na seção nacional, reflexões sobre a crise econômica brasileira, as revelações de The Intercept e as lutas da juventude e da negritude. As efemérides do centenário da escola Bauhaus e do cinquentenário do levante de Stonewall também aparecem no volume, além da tese das mulheres do MES para o Encontro de Mulheres do PSOL.