Saiba como receber o auxílio emergencial ao cidadão

Saiba como receber o auxílio emergencial ao cidadão

A Caixa lançou nesta terça-feira, 7 de março, as plataformas para solicitação do Auxílio Emergencial ao cidadão durante a crise do coronavírus.

Equipe Luciana Genro 7 abr 2020, 20:45

A Caixa lançou nesta terça-feira, 7 de março, as plataformas para solicitação do Auxílio Emergencial ao cidadão durante a crise do coronavírus. Neste post explicamos como fazer o pedido. 👇

💻 SITE OFICIAL: https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio

📱 APLICATIVO OFICIAL: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

💰 VALOR DO AUXÍLIO: R$ 600,00 mensais, durante 3 meses, a ser pago para até duas pessoas da mesma família; e R$ 1.200 mensais, durante 3 meses, para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa.

REQUISITOS PARA SOLICITAR O AUXÍLIO EMERGENCIAL

📍Maior de Idade
Ser maior de 18 anos de idade;

📍Não ter emprego formal
Destinado para trabalhadores autônomos com rendas informais;

📍Não ser beneficiário
Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;

📍Renda familiar
Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);

📍Rendimentos Tributáveis
Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70;

📍Exercer as seguintes atividades
Exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI) ou ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) – quem não estava no Cadastro Único até 20/03 poderá se cadastrar no site ou pelo aplicativo.

📍Renda média
Ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Artigo originalmente publicado no site da deputada.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
“Enquanto os efeitos sanitários e econômicos da Covid-19 seguem fazendo-se sentir, escancarando a crise global do capitalismo, as lutas na América Latina começam a apresentar importantes conquistas no enfrentamento da extrema-direita continental. Na Bolívia, após meses de enfrentamentos e mobilização popular, a contundente vitória da chapa do MAS pôs fim ao governo ilegítimo e reacionário de Jeanine Áñez. No Chile, após as multitudinárias manifestações de 2019, o plebiscito levou a uma vitória esmagadora em favor de uma nova constituição elaborada por assembleia exclusiva. Na campanha eleitoral estadunidense em curso, está em jogo a possibilidade de derrotar o trumpismo, que anima movimentos neofascistas e racistas naquele país e em todo o mundo. Ao mesmo tempo, as eleições municipais brasileiras abrem a possibilidade de construir uma alternativa nas cidades que contribua para isolar e derrotar o bolsonarismo. A décima oitava edição da Revista Movimento debruça-se sobre esses processos de mobilização nas ruas e de enfrentamento eleitoral em curso”.