Deputado distrital Fábio Felix pede retirada de homenagem a Nelson Piquet
fabio_feliz_bolsonaro_homofobia_2

Deputado distrital Fábio Felix pede retirada de homenagem a Nelson Piquet

PL apresentada à Câmara Legislativa do DF requer mudança do nome do autódromo após comentários homofóbicos e racistas do ex-piloto.

Tatiana Py Dutra 14 jul 2022, 13:38

O deputado Distrital Fábio Felix apresentou à Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) um projeto de lei que pede a mudança do nome do autódromo de Brasília. Fundada em 1974, a pista de corrida foi rebatizada de “Nelson Piquet” em 1996, quando o tricampeão de Fórmula 1 passou a arrendar a área.Porém, na avaliação de Felix, após a revelação de declarações homofóbicas e racistas de Piquet em relação ao piloto Lewis Hamilton, a homenagem “envergonha” as comunidades negra e LGBTQIAP+. O deputado pede para que a pista volte a adotar o nome original.

“Infelizmente, essa denominação não merece ser mantida, porque recentes declarações notoriamente racistas e homofóbicas por parte do ex-piloto tornaram sua associação com o Distrito Federal motivo de constrangimento para nossa população”, escreve o deputado Fábio Felix. Em uma entrevista para o Canal Erneto, Piquet usou, de forma racista, a expressão “neguinho” para se referir ao piloto britânico ao comentar sobre o acidente com o holandês Max Verstappen, seu genro, em 2021. Ele culpou Hamilton pelo acidente e comparou com um episódio envolvendo Ayrton Senna em 1990.

“O neguinho meteu o carro e não deixou [desviar]. O Senna não fez isso. O Senna saiu reto. O neguinho deixou o carro porque não tinha como passar dois carros naquela curva. Ele fez de sacanagem. A sorte dele foi que só o outro [Verstappen] se fudeu. Fez uma puta sacanagem”, disse o ex-piloto que, em outro trecho, ofendeu os esportistas Keke e Novo Rosberg, além de fazer um comentário homofóbico contra Hamilton. ”“O Keke? Era uma b… Não tinha valor nenhum. É que nem o filho dele (Nico), ganhou um campeonato, o neguinho devia estar ‘dando mais c…’ naquela época e estava meio ruim”, disse Piquet.

TJDFT aceitou denúncia contra Piquet

No dia 11 de junho, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT) aceitou ação civil pública contra Nelson Piquet pelos comentários racistas e homofóbicos. A ação, movida por quatro entidades ligadas ao movimento negro e LGBTQIA, pede indenização de R$ 10 milhões ao ex-piloto.O juiz Felipe Costa da Fonseca Gomes deu 15 dias para o Piquet explicar as falas contra Hamilton. Caso condenado, o valor pago pelo o ex-piloto irá para o Fundo Nacional de Direitos Difusos.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

   

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é a vigésima quarta edição da Revista Movimento. Iniciando nossas publicações em 2022, preparamos uma edição com um dossiê de mulheres, organizado pelas mulheres do Movimento Esquerda Socialista (MES).