Líder indígena Eduardo Mendúa é assassinado no Equador
eduardo-mendua-1024x574-1

Líder indígena Eduardo Mendúa é assassinado no Equador

Toda solidariedade à CONAIE e às organizações indígenas do Equador frente ao assassinato da liderança Kofán.

Revista Movimento 28 fev 2023, 10:59

Segundo informações da Confederação de Nacionalidades Indígenas do Equador (CONAIE), o líder Eduardo Mendúa, da nacionalidade Kofán de Sucumbíos, foi executado no último domingo (26/02) por homens encapuzados em sua casa. Mendúa era secretário de relações internacionais da CONAIE e foi executado por sua luta contra o extrativismo predatório na Amazônia equatoriana.

O presidente da CONAIE, Leonidas Iza, declarou: “Coisa terrível de acontecer depois do conselho ampliado do CONAIE”. O Estado, o governo e as empresas petrolíferas devem ser responsabilizados por este crime.” O companheiro Mendúa é mais uma liderança indígena assassinada por lutar pelo direito à terra e por dignidade para os povos indígenas na Amazônia.

As reações hipócritas do atual governo do país, expressas pelo presidente Guillermo Lasso e pelo ministro do Interior Juan Zapata, não respondem aos anseios do movimento indígena do país, que exige justiça para Mendúa e punição exemplar para os assassinos e para os mandantes do crime.

Desde o Brasil, nos solidarizamos com os companheiros e companheiras da CONAIE e compartilhamos sua indignação perante mais uma execução de liderança indígena no Equador.


TV Movimento

Desenvolvimento Econômico e Preservação Ambiental: uma luta antineoliberal e anticapitalista

Assista à Aula 02 do curso do canal "Crítica Marxista", uma iniciativa de formação política da Fundação Lauro Campos e Marielle Franco, do PSOL, em parceria com a Revista Movimento. Acompanhe nosso site para conferir a programação completa do curso: https://flcmf.org.br.

Neofascismo e Negacionismo Climático: uma luta internacional

Curso de formação política sobre emergência climática e luta ecossocialista! Assista à Aula 01 do novo curso do canal "Crítica Marxista", uma iniciativa de formação política da Fundação Lauro Campos e Marielle Franco, do PSOL, em parceria com a Revista Movimento. Acompanhe o site da PLCMF para conferir a programação completa do curso: https://flcmf.org.br

Contra a extrema direita na França!

Oliver Besancenot, militante do Novo Partido Anticapitalista (NPA), fala sobre as tarefas da esquerda e os desafios da luta contra a extrema direita no país
Editorial
Israel Dutra e Roberto Robaina | 17 jul 2024

Se aproximam as eleições municipais: colocar o programa no centro da atividade política

As próximas eleições municipais brasileiras serão uma etapa importante da luta contra a extrema direita
Se aproximam as eleições municipais: colocar o programa no centro da atividade política
Edição Mensal
Capa da última edição da Revista Movimento
Revista Movimento nº 51
Esta edição da Revista tem como centro temático um “Dossiê: Transviando o marxismo”, por ocasião ao mês do Mês do Orgulho LGBTQIA+. Ela começa com o texto Manifesto Marxista-Pajubá que se propõe a imprimir uma perspectiva marxista à luta de travestis e demais pessoas trans e às formulações respectivas à transgeneridade. Organizado pelo Núcleo Pajubá do MES, este manifesto oferece um espaço de reflexão, resistência e articulação política, onde vozes diversas e potentes se encontram para desafiar o status quo opressor e explorador e construir lutas de emancipação.
Ler mais

Podcast Em Movimento

Colunistas

Ver todos

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta edição da Revista tem como centro temático um “Dossiê: Transviando o marxismo”, por ocasião ao mês do Mês do Orgulho LGBTQIA+. Ela começa com o texto Manifesto Marxista-Pajubá que se propõe a imprimir uma perspectiva marxista à luta de travestis e demais pessoas trans e às formulações respectivas à transgeneridade. Organizado pelo Núcleo Pajubá do MES, este manifesto oferece um espaço de reflexão, resistência e articulação política, onde vozes diversas e potentes se encontram para desafiar o status quo opressor e explorador e construir lutas de emancipação.