Dia 24 iremos às ruas: axé e força na luta! 
mae-bernadette

Dia 24 iremos às ruas: axé e força na luta! 

Manifestações em 24 de agosto acontecerão em todo país denunciando a violência contra o povo preto

Ana Laura C. Oliveira e Luana Alves 21 ago 2023, 11:37

Foto: Walisson Braga / Conaq

O assassinato de Mãe Bernadete, liderança quilombola na Bahia, no último dia 17, aconteceu por imenso descaso do poder público. A menos de uma semana, ela se reuniu com autoridades da Justiça, mas pouco se fez para manter sua segurança. Mãe Bernadete estava inserida no Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos (PPDDH) e sabe-se que a polícia fazia ronda uma vez ao dia em frente à sua casa, por 30 minutos,

e ia embora. Os assassinos sabiam disso. Invadiram seu terreiro, onde estava ela e crianças, colocaram as crianças no quarto e lhe deram 20 tiros. Esse assassinato também coloca em cheque a eficiência dos mecanismos de proteção hoje oferecidos aos que sofrem ameaças por lutar por seus direitos.

 As comunidades de terreiro, os movimentos negros, já estão em meio a uma jornada de lutas contra a violência policial que vem assolando o país, com diversas chacinas e orperações arbitrárias, como as ocorridas no Guarujá, em Salvador e em Camaçari. O assassinato de Mãe Bernadete acirra, nesse momento, um profundo sentimento de indignação. Nos dá um sinal, de que ou mobilizamos TODOS para ir às ruas, fazer pressão por uma mudança em nosso país ou extermínio irá continuar. 

Basta de matarem os nossos. Basta de injustiça. Basta!

O povo de terreiro, o povo preto, irá às ruas no dia 24 de agosto com atos por todo país. Contra a violência policial e de estado, por uma mudança real em nossa segurança pública, pela desmilitarização das polícias, por um avanço da política de câmeras nos uniformes policiais, pela exigência da derrubada de governadores, secretários, que continuam a fortalecer a política de ódio e de morte em nosso país. 

E essa luta não é somente do povo preto. É de todo o povo no Brasil, de todo o povo trabalhador. Aqui chamamos a atenção dos partidos, das organizações e movimentos sociais. Dos movimentos de luta por terra e moradia, das comunidades nas quebradas, da necessidade de estarmos nas ruas e na luta. É urgente a divulgação dos atos, e a ampla presença de diversos setores. 

Se matarem os nossos, milhares precisam se levantar. Basta de mortes, o Povo Preto que Viver. 

 ATOS DIA 24 – procure na sua região 

  confirmados até o momento)

São Paulo – SP

24/08 18h, masp

av paulista

Limeira  – SP

24/08 as 18:00

Praça Toledo de Barros – Centro

Belo Horizonte – MG

24/08 Praça 7, 17h30

Itabira – MG

24/08 Praça Acrisio 18h

Juiz de Fora – MG

 24/08 às 18h em frente à Câmara Municipal – Parque Halfeld

Recife – PE

24/08 Praça UR11, Ibura, 16h30

CURITIBA – PR 

24/08 – 18h na Praça Santos Andrada

Rio de Janeiro – RJ

24/08 Candelária 16h

Salvador – BA

24/08 Praça do Campo Grande 9h 

Aracaju – SE

24/08 Praça Camerino 15h

Vitória – ES

24/08, Praça do Itarare as 17h

Brasília – DF 

24/08 15h concentração museu nacional

Amazonas – Manaus 

Data 24/08

Concentração: Praça da Saudade 

Hora: 16h


TV Movimento

Palestina livre: A luta dos jovens nos EUA contra o sionismo e o genocídio

A mobilização dos estudantes nos Estados Unidos, com os acampamentos pró-Palestina em dezenas de universidades expôs ao mundo a força da luta contra o sionismo em seu principal apoiador a nível internacional. Para refletir sobre esse movimento, o Espaço Antifascista e a Fundação Lauro Campos e Marielle Franco realizam uma live na terça-feira, dia 14 de maio, a partir das 19h

Roberto Robaina entrevista Flávio Tavares sobre os 60 anos do golpe de 1º de abril

Entrevista de Roberto Robaina com o jornalista Flávio Tavares, preso e torturado pela ditadura militar brasileira, para a edição mensal da Revista Movimento

PL do UBER: regulamenta ou destrói os direitos trabalhistas?

DEBATE | O governo Lula apresentou uma proposta de regulamentação do trabalho de motorista de aplicativo que apresenta grandes retrocessos trabalhistas. Para aprofundar o debate, convidamos o Profº Ricardo Antunes, o Profº Souto Maior e as vereadoras do PSOL, Luana Alves e Mariana Conti
Editorial
Israel Dutra e Roberto Robaina | 16 maio 2024

Tragédia no RS – Organizar as reivindicações do movimento de solidariedade

Para responder concretamente à crise, é necessário um amplo movimento que organize a luta pelas demandas urgentes do estado
Tragédia no RS – Organizar as reivindicações do movimento de solidariedade
Edição Mensal
Capa da última edição da Revista Movimento
Revista Movimento nº 49
Nova edição traz o dossiê “Trabalho em um Mundo em Transformação”
Ler mais

Podcast Em Movimento

Colunistas

Ver todos

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Nova edição traz o dossiê “Trabalho em um Mundo em Transformação”