Em busca de votos, Nunes vai a ato pró-Bolsonaro
Ricardo Nunes2

Em busca de votos, Nunes vai a ato pró-Bolsonaro

Parlamentares do PSOL questionam participação e uso de recursos públicos no MP

Tatiana Py Dutra 26 fev 2024, 11:45

Foto: Instagram/Reprodução

Preocupado com as minguadas chances de reeleição, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, fez o que era previsto: colou em Bolsonaro. No domingo (25), ele participou de ato na Avenida Paulista em favor do inelegível trajando amarelo e tirando fotos com direitistas de ponta, como os governadores Ronaldo Caiado (União Brasil), de Goiás, e Tarcísio de Freitas (Republicanos), de São Paulo. Nunes ainda ciceroneou o ex-presidente no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

As vereadoras Luana Alves e Sâmia Bomfim, ambas representantes do PSOL em São Paulo, apresentaram uma denúncia ao Ministério Público contra Nunes, questionando se recursos públicos foram utilizados para sua participação no evento. Na representação enviada ao Ministério Público de São Paulo, as parlamentares do PSOL afirmam que o prefeito esteve presente no evento na Paulista “com todo o aparato público municipal: carro oficial, segurança pública e outros recursos públicos possíveis”.

As parlamentares alegam que a participação de Nunes no evento “confronta” investigação da Polícia Federal (PF), Tempus Veritatis, sobre o planejamento de um golpe de Estado para manter Jair Bolsonaro na Presidência. Elas argumentam que é de “suma importância” investigar se Nunes participou de “atos ou incitações ao objeto da citada investigação”.

Luana e Sâmia também enfatizam que a prestação de contas é de interesse público e pedem esclarecimentos sobre os recursos públicos utilizados pelo prefeito no evento na Paulista, visando “garantir os princípios da finalidade, da motivação, da supremacia do interesse público sobre o interesse privado, da legalidade e da moralidade”.


TV Movimento

PL do UBER: regulamenta ou destrói os direitos trabalhistas?

DEBATE | O governo Lula apresentou uma proposta de regulamentação do trabalho de motorista de aplicativo que apresenta grandes retrocessos trabalhistas. Para aprofundar o debate, convidamos o Profº Ricardo Antunes, o Profº Souto Maior e as vereadoras do PSOL, Luana Alves e Mariana Conti

O PL da Uber é um ataque contra os trabalhadores!

O projeto de lei (PL) da Uber proposto pelo governo foi feito pelas empresas e não atende aos interesses dos trabalhadores de aplicativos. Contra os interesses das grandes plataformas, defendemos mais direitos e melhores salários!

Greve nas Universidades Federais

Confira o informe de Sandro Pimentel, coordenador nacional de educação da FASUBRA, sobre a deflagração da greve dos servidores das universidades e institutos federais.
Editorial
Israel Dutra e Roberto Robaina | 10 abr 2024

Musk é inimigo da liberdade

Os ataques do bilionário contra Alexandre de Moraes incentivam a extrema direita brasileira
Musk é inimigo da liberdade
Edição Mensal
Capa da última edição da Revista Movimento
Revista Movimento nº 48
Edição de março traz conteúdo inédito para marcar a memória da luta contra a repressão
Ler mais

Podcast Em Movimento

Colunistas

Ver todos

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Edição de março traz conteúdo inédito para marcar a memória da luta contra a repressão