Revista Movimento Movimento Movimento: crítica, teoria e ação

A crise do governo Trump

Envolvido em investigações sobre suas relações com Putin, pressionado pela insatisfação crescente do povo com as mudanças na política de saúde e por mobilizações que polarizam o gigante norte-americano, o governo Trump entra em crise.

Reprodução
Reprodução

Já faz cinco meses desde que Donald Trump tornou-se presidente dos Estados Unidos. Esses cinco meses de sua administração foram marcados principalmente pelo caos generalizado e escândalos sem fim. O primeiro conselheiro de segurança nacional de Trump, Michael T. Flynn, foi forçado a sair após apenas 24 dias em seu cargo. Seu mandato foi o mais curto da história da pasta. Em seguida, Steve Bannon, ex-presidente do jornal da extrema-direita Breitbart News, foi desligado de sua função como chefe do Conselho de Segurança Nacional (NSC), embora permaneça como estrategista-chefe do presidente. E no dia 9 de maio, no que se tornou sua maior controvérsia, Trump demitiu James Comey do cargo de diretor do FBI, dizendo que “enfrentei uma grande pressão por causa da [investigação sobre os laços com a Rússia]”, que teria sido “retirada” com a demissão do Comey. Além disso, por trás do gabinete oficial, está um círculo de conselheiros informais, a maioria da família Trump. Jared Kushner, genro de Trump, passou a atuar com uma espécie de Secretário de Estado às sombras, viajando pelo mundo aparentemente como representante dos EUA, inclusive nas zonas de guerra. A filha Ivanka aparece regularmente em reuniões de políticos de alto nível. No entanto, não há transparência em relação às funções desempenhadas por eles e tampouco compromissos democráticos com os cidadãos americanos. Em suma, a intriga está na ordem do dia no palácio de governo.

O comportamento errático de Trump e sua incapacidade de evitar crises e escândalos é um convite a milhões de avaliações psicológicas e teorias de conspiração cada vez mais absurdas. Mas seu estilo de se relacionar com funcionários de alto nível e a atitude de usualmente misturar negócios pessoais com o trabalho do governo podem ser facilmente explicados pela maneira como se tornou magnata dos imóveis em Nova York. O “império” Trump foi fundado pelo pai, Fred Trump, que fez sua fortuna beneficiando-se dos contratos públicos para habitação a preços acessíveis depois da Segunda Guerra Mundial. Fred foi alvo de uma investigação federal em 1954 sobre suas negociações com a agência da Autoridade Federal de Habitação em Nova York. Esta agência foi encabeçada por um operador de esquemas corruptos, Clyde Powell, que foi descoberto facilitando empréstimos favoráveis em troca de propina. Powell beneficiou Trump com um crédito do governo de 3,7 milhões de dólares, superior ao necessário para a construção das habitações. Neste conjunto habitacional, chamado Beach Haven, Fred Trump defendeu zelosamente a “linha de cor” (color line), lutando para excluir os negros da habitação construída com recursos públicos. Numa curiosa coincidência, o ídolo musical e comunista Woody Guthrie morou em Beach Haven por dois anos, enquanto Fred Trump era seu comandante. Aqueles anos inspiraram uma das letras mais militantes – e proféticas – de Guthrie: “Eu suponho que o velho Trump saiba quanto ódio racial/ ele instigou no pote de sangue dos corações humanos/ quando pintou aquela linha de cor/ aqui em seu projeto familiar de Beach Heaven”1

Este artigo faz parte de 5ª edição da Revista Movimento. Quer ler o texto completo? Compre a edição impressa aqui!

Este artigo integra a 5ª edição da Revista Movimento, de abr/jun 2017. Confira todos os artigos dessa edição!

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Na quinta edição da Revista Movimento, trazemos ao público um especial sobre a crise brasileira. Nele, publicamos longa entrevista com o economista Plinio Sampaio Jr., que oferece instigante diagnóstico do fracasso da política econômica conduzida pelos governos do PT. Fecham a seção dois artigos sobre o poder das corporações no capitalismo global e a teia corrupta que estabelecem com Estados e governos. Um conjunto de artigos sobre a situação internacional aborda as dificuldades enfrentadas pelo governo Trump, a crise na Venezuela e o avanço das lutas no Peru.

Abaporu

Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky

Leon Trotsky Joseph Stalin

MES: Movimento Esquerda Socialista MES: Movimento Esquerda Socialista