Fotos: Os inimigos do povo

Na microcrônica a seguir, Eduardo Galeano detalha a história de uma das maiores manipulações do stalinismo: o apagamento de Trotsky e Kamenev num dos registros fotográficos de Lenin em 1920.

Eduardo Galeano 27 out 2017, 12:15

Moscou, praça do Teatro Bolshoi, maio de 1920.

Lenin discursa aos soldados soviéticos, que partem para lutar contra o exército polonês na frente da Ucrânia.

Ao costado de Lênin, no pódio levantado sobre a multidão, vê-se Leon Trotsky, o outro orador desta jornada, e Lev Kamenev.

A foto, de G. R. Goldshtein, torna-se num símbolo universal da revolução comunista.

Porém, poucos anos mais tarde, Trotsky e Kamenev desaparecem da foto e da vida.

Da foto, apagam-nos os retocadores, que os substitem por cinco degraus de madeira, e da vida apagam-nos os carrascos.

Fonte: Espejos (2008) de Eduardo Galeano, p. 256


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é uma edição especial de nossa Revista Movimento, de números 19 e 20. Nela, publicamos um dossiê que celebra os 150 anos de nascimento de Rosa Luxemburgo, vinculado à iniciativa coordenada por nossa camarada Luciana Genro: o curso da Escola Marx “150 anos de Rosa Luxemburgo: pensamento e ação”.