Declaração da IV Internacional sobre censura na Venezuela

Declaração da IV Internacional sobre censura na Venezuela

Declaração ao site popular aporrea.org.

Bureau da Quarta Internacional 5 abr 2019, 16:19

A provada unanimemente por dezenas de partidos revolucionários de todo o mundo

IV Internacional emite “Declaração sobre a censura na Venezuela ao popular site aporrea.org”

No dia 5 de março, em reunião do Comitê Executivo Internacional ampliado, realizada em Amsterdã, a IV Internacional aprovou uma “Declaração sobre a censura na Venezuela ao popular site aporrea.org”. A Quarta Internacional está constituída por dezenas de partidos e tendências revolucionárias de todo o mundo.

Na reunião esteve presente, na qualidade de observador convidado, o cofundador do Aporrea.org, Gonzalo Gómez, quem compartilhou este espaço com delegados e delegadas de países da Europa, do norte da África, da Ásia, da Oceania (Austrália) e do continente americano (vários países latino-americanos e Estados Unidos)

A IV Internacional também aprovou uma declaração contra a ameaça intervencionista à Venezuela.

A solicitação de desbloqueio do acesso à Aporrea na Venezuela irá seguida de uma campanha internacional de solidariedade com esta página web de comunicação popular-alternativa e com seus milhares de usuários e autores de artigos de opinião.

Reproduzimos continuação do conteúdo da declaração em apoio à aporrea.org, adotada por unanimidade:

Desde o último 12 de fevereiro, o site de notícias e debates popular aporrea.org se encontra bloqueado para acesso dentro da Venezuela pela empresa estatal CANTV-Movilnet

Aporrea é um dos meios de comunicação mais ativos à serviço das lutas do povo da Venezuela, com notícias e artigos de opinião dos movimentos sociais e do ativismo, e utilizado por uma diversidade de organizações e correntes da revolução bolivariana.

Considerando muito especialmente que, no atual momento, aporrea é um dos meios em que se expressa a campanha contra a intervenção imperialista ao país, a IV Internacional entende como fundamental o encerramento desse bloqueio e o restabelecimento do acesso à página web. Nestes momentos, mais que nunca, o pleno direito democrático de expressão e acesso à informações e opiniões pelos milhares de usuários do aporrea constitui em uma ferramenta imprescindível de sustento à luta antiimperialista.

Assim, a IV Internacional chama a todas as organizações de esquerda, democráticas e antiimperialistas a somarem-se a uma campanha internacional pelo fim do bloqueio de Estado à aporrea.org, dirigindo cartas e e-mails ao Ministério do PP para a Comunicação e Informação @Mippcivzla @DESPACHOMIPPCI

CANTV @ContactoCantv

CANTV @ContactoCantv

CONATEL @conatel

CONATEL @conatel

Nicolás Maduro, Presidencia de la República Bolivariana de Venezuela @NicolasMaduro @DPresidencia

Nicolás Maduro, Presidência da República Bolivariana da Venezuela @NicolasMaduro @DPresidencia

Con copia para: Ministerio del Poder Popular para las Relaciones Exteriores @CancilleriaVE

Com cópia para: Ministério do Poder Popular para as Relações Exteriores @CancilleriaVE

Reprodução da tradução do do Portal da Esquerda em Movimento.

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
“Enquanto os efeitos sanitários e econômicos da Covid-19 seguem fazendo-se sentir, escancarando a crise global do capitalismo, as lutas na América Latina começam a apresentar importantes conquistas no enfrentamento da extrema-direita continental. Na Bolívia, após meses de enfrentamentos e mobilização popular, a contundente vitória da chapa do MAS pôs fim ao governo ilegítimo e reacionário de Jeanine Áñez. No Chile, após as multitudinárias manifestações de 2019, o plebiscito levou a uma vitória esmagadora em favor de uma nova constituição elaborada por assembleia exclusiva. Na campanha eleitoral estadunidense em curso, está em jogo a possibilidade de derrotar o trumpismo, que anima movimentos neofascistas e racistas naquele país e em todo o mundo. Ao mesmo tempo, as eleições municipais brasileiras abrem a possibilidade de construir uma alternativa nas cidades que contribua para isolar e derrotar o bolsonarismo. A décima oitava edição da Revista Movimento debruça-se sobre esses processos de mobilização nas ruas e de enfrentamento eleitoral em curso”.