A rede Globo manipula uma vez mais

Roberto Robaina comenta a cobertura da Rede Globo das manifestações golpistas de 26/05.

Roberto Robaina 26 maio 2019, 21:47

A manifestação golpista de Bolsonaro fracassou hoje. Mas a ameaça contra as liberdades democráticas continua porque o presidente é o chefe da política golpista, e ele segue no comando.

Além do mais, as instituições e a grande mídia que não endossam a política golpista não são capazes de defender a democracia. Ao contrário, querem apenas uma democracia escassa, dominada pela burguesia, a serviço dos ricos e privilegiados. 

Por isso, a Globo reduziu a zero o real conteúdo das manifestações e vendeu a ideia de que as mesmas eram centralmente a favor da reforma da previdência.

Ou seja, legitimou na prática manifestações golpistas para manter alguma influência sobre tal base social e para seguir empurrando a favor de um plano neoliberal que somente pode ser implementado até o final com autoritarismo e repressão contra o povo.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é a vigésima primeira edição da Revista Movimento, dedicada aos debates em curso do VII Congresso Nacional do PSOL. Nela encontram-se artigos de análise, polêmica e discussão programática para subsidiar os debates de nossos camaradas em todo o país e contribuir com a batalha pela pré-candidatura de nosso companheiro Glauber Braga à presidência da República pelo PSOL. A edição também conta com análises de importantes questões internacionais contemporâneas e de outros temas de interesse, como os desafios da luta pelo “Fora, Bolsonaro” e as crises hídrica e elétrica no Brasil. Num ano de 2021 ainda marcado pela tragédia da pandemia da Covid-19 e pelo descaso criminoso de governos em todo o mundo, lamentamos a perda de nosso grande camarada Tito Prado (1949-2021), militante internacionalista e dirigente de Nuevo Perú. A ele dedicamos esta edição de nossa revista e, em sua homenagem, publicamos artigos em sua memória. Boa leitura!