No Rio, nos unimos em apoio a Glenn Greenwald
Foto: Fernanda Piccolo/PSOL

No Rio, nos unimos em apoio a Glenn Greenwald

Uma união pela democracia, pela liberdade de imprensa e pelo direito à informação.

Roberto Robaina 31 jul 2019, 18:16

Uma união pela democracia, pela liberdade de imprensa e pelo direito à informação. Participei, ao lado da Luciana Genro e da Fernanda Melchionna, do ato em apoio ao jornalista Gleen Greenwald, um dos fundadores do The Intercept, na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no Rio de Janeiro.

Foi uma mobilização necessária diante dos ataques que Bolsonaro explicitamente tem feito ao trabalho de Greenwald e às prerrogativas constitucionais do exercício de sua profissão. O evento tornou-se uma grande rede de solidariedade, com a presença de artistas do peso de Chico Buarque, Wagner Moura, Julia Lemmertz, Camila Pitanga, Maria Gadú, entre outros. Glenn deixou seu recado a Bolsonaro: não deixará o país, tampouco se intimidará com ameaças. Resistiremos!

Artigo originalmente publicado no site do autor.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
“Enquanto os efeitos sanitários e econômicos da Covid-19 seguem fazendo-se sentir, escancarando a crise global do capitalismo, as lutas na América Latina começam a apresentar importantes conquistas no enfrentamento da extrema-direita continental. Na Bolívia, após meses de enfrentamentos e mobilização popular, a contundente vitória da chapa do MAS pôs fim ao governo ilegítimo e reacionário de Jeanine Áñez. No Chile, após as multitudinárias manifestações de 2019, o plebiscito levou a uma vitória esmagadora em favor de uma nova constituição elaborada por assembleia exclusiva. Na campanha eleitoral estadunidense em curso, está em jogo a possibilidade de derrotar o trumpismo, que anima movimentos neofascistas e racistas naquele país e em todo o mundo. Ao mesmo tempo, as eleições municipais brasileiras abrem a possibilidade de construir uma alternativa nas cidades que contribua para isolar e derrotar o bolsonarismo. A décima oitava edição da Revista Movimento debruça-se sobre esses processos de mobilização nas ruas e de enfrentamento eleitoral em curso”.