Sâmia Bomfim pede ao MPT que investigue empresas de call center

Deputada recebeu denúncias de condições insalubres e desrespeito às orientações sanitárias.

Equipe Sâmia Bomfim 1 abr 2020, 13:47

O mandato da deputada federal Sâmia Bomfim está recebendo uma série de denúncias contra empresas de call center e aplicativos. Por isso, a deputada protocolou no Ministério Público do Trabalho um pedido de fiscalização dessas empresas.

Clique aqui para ver o pedido em PDF

As denúncias alegam que as empresas não estão dispensando seus funcionários de irem trabalhar nem dando possibilidade de teletrabalho, tampouco há condições de trabalho salubre, uma vez que estão aglomerados em salas sem ventilação adequada, divididos apenas por uma mesa, em aparelhos que muitas pessoas pegam.

Além disso, há alegações de que essas companhias não atendem o mínimo necessário de EPIs, como o uso do álcool em gel, distanciamento de um metro, não aglomeração, além de não terem adotado nenhuma medida de segurança da saúde.

Já as empresas de aplicativos de entregas e serviços em gerais, não estão fornecendo, máscaras, luvas e álcool em gel aos seus trabalhadores e trabalhadoras.

“Esses trabalhadores estão sob situação de precariedade. E é desumano, que em plena essa crise sanitária mundial, eles sejam expostos a esses riscos. Por isso, que precisamos averiguar a situação urgente”.

Artigo originalmente publicado no site da deputada.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é a vigésima primeira edição da Revista Movimento, dedicada aos debates em curso do VII Congresso Nacional do PSOL. Nela encontram-se artigos de análise, polêmica e discussão programática para subsidiar os debates de nossos camaradas em todo o país e contribuir com a batalha pela pré-candidatura de nosso companheiro Glauber Braga à presidência da República pelo PSOL. A edição também conta com análises de importantes questões internacionais contemporâneas e de outros temas de interesse, como os desafios da luta pelo “Fora, Bolsonaro” e as crises hídrica e elétrica no Brasil. Num ano de 2021 ainda marcado pela tragédia da pandemia da Covid-19 e pelo descaso criminoso de governos em todo o mundo, lamentamos a perda de nosso grande camarada Tito Prado (1949-2021), militante internacionalista e dirigente de Nuevo Perú. A ele dedicamos esta edição de nossa revista e, em sua homenagem, publicamos artigos em sua memória. Boa leitura!