Bancada do PSOL reforça pedido para Câmara adiar votação da MP da grilagem

Para Sâmia Bomfim, governo Bolsonaro quer aproveitar pandemia para atacar o meio ambiente.

Equipe Sâmia Bomfim 14 maio 2020, 17:36

A deputada Sâmia Bomfim e a bancada do PSOL são contra a votação da Medida Provisória 910, conhecida como MP da grilagem, na Câmara dos Deputados.

Por isso, os parlamentares assinaram o pedido de não inclusão da pauta, organizado pela Frente Parlamentar Ambientalista. Além de Sâmia e dos deputados do PSOL, o documento reuniu assinaturas de ex-ministros e representantes de organizações da sociedade civil. A carta será enviada ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Clique aqui para ler

“A trupe de Bolsonaro quer aproveitar esse momento de pandemia para atacar ainda mais o meio ambiente e a população indígena. Essa medida é absurda porque regulariza a grilagem, ou seja, transforma os invasores de terras indígenas em proprietários legais”, diz Sâmia.

De acordo com a carta, não há condições de votar a medida neste momento, com essa pressa, porque “sem garantia de um debate aberto à sociedade, com participação das principais entidades que atuam no tema, não conseguiremos produzir uma lei que tenha a devida legitimidade”.

Artigo originalmente publicado no site da deputada.

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é uma edição especial de nossa Revista Movimento, de números 19 e 20. Nela, publicamos um dossiê que celebra os 150 anos de nascimento de Rosa Luxemburgo, vinculado à iniciativa coordenada por nossa camarada Luciana Genro: o curso da Escola Marx “150 anos de Rosa Luxemburgo: pensamento e ação”.