Por que Sâmia Bomfim defende voto em Baleia Rossi? Entenda.

Líder da Bancada do PSOL quer evitar que Lira, candidato de Bolsonaro, ganhe eleição para presidência da Câmara.

Equipe Sâmia Bomfim 6 jan 2021, 19:29

Em entrevista ao jornal O Globo, Sâmia Bomfim, líder do PSOL na Câmara dos Deputados, explicou o motivo de ser favorável ao voto em Baleia Rossi (MDB-SP) na disputa pela presidência da Câmara.

A deputada disse à publicação que considera negativo o fato de o PSOL “não ser identificado pela sociedade como o partido que atuou diretamente para a derrota do Lira. E pode ser que esse cenário se expresse já no primeiro turno. Não quero correr esse risco, portanto eu defendo internamente apoio ao Baleia, claro, para ser oposição já no dia seguinte. Sabendo dos limites todos, das diferenças, mas seria um movimento tático de evitar a vitória do Lira”.

O texto ainda traz o argumento de Sâmia sobre a necessidade de o PSOL se colocar contra Bolsonaro. “Seria um voto tático para dar menos força para o Bolsonaro, e não mais força para a situação caótica sanitária e social que o Brasil se encontra. Mas, também pensando no que pode ser 2022, acho que o PSOL tem que ser a linha de frente na derrota do bolsonarista. Portanto, acho que é possível explicar isso para a nossa base, para o nosso eleitorado, e seria o melhor para o PSOL neste momento.”

Baleia Rossi (MDB-SP) e Arthur Lira (PP-AL) disputam a presidência da Câmara dos Deputados após o Supremo Tribunal Federal proibir a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na Câmara e Davi Alcolumbre (DEM-AP) no Senado. A eleição, nas duas Casas, ocorrerá em 1 de fevereiro de 2021.

Para ler a matéria completa de O Globo, clique aqui.

Publicado originalmente no site de Sâmia Bomfim.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é uma edição especial de nossa Revista Movimento, de números 19 e 20. Nela, publicamos um dossiê que celebra os 150 anos de nascimento de Rosa Luxemburgo, vinculado à iniciativa coordenada por nossa camarada Luciana Genro: o curso da Escola Marx “150 anos de Rosa Luxemburgo: pensamento e ação”.