Ação do PSOL proíbe distribuição do “kit covid” em Porto Alegre

Atendendo a pedido do PSOL, Justiça proibi prefeito de Porto Alegre de distribuir “kit covid” com cloroquina e outros medicamentos sem efeito comprovado contra Covid-19.

Patrick Veiga 12 fev 2021, 14:38

O novo prefeito da cidade de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), amargou a sua primeira derrota na justiça por sua política negacionista no trato da pandemia. 

Melo vem desenvolvendo uma política muito semelhante à de Bolsonaro. Depois de declarar que a pandemia já está no finalzinho, decretou um conjunto de medidas que flexibilizaram as medidas de controle da aglomeração em bares, restaurantes, mercados e cultos religiosos. 

Logo em seguida, Sebastião Melo declarou que seu governo utilizaria o tratamento precoce para a covid-19 com medicamentos sem eficácia comprovada cientificamente. O prefeito e a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) solicitaram ao governo federal 25 mil doses de hidroxicloroquina. Além disso, o pacote covid-19 ainda contaria com outros três compostos: azitromicina, ivermectina e vitamina A + D.

O vereador Roberto Robaina, junto com a Deputada Estadual Luciana Genro, Deputada Federal Fernanda Melchionna e a bancada do PSOL na Câmara de Vereadores de Porto Alegre entrou com uma ação na Justiça para proibir a distribuição dos medicamentos para tratamento precoce da covid-19 e cobrou um plano real de vacinação. 

O resultado da ação representou uma derrota do bolsonarismo de Sebastião Melo na saúde e uma vitória para a ciência. A justiça proibiu a distribuição das medicações até que se tenha comprovação científica de sua eficácia no trato da pandemia.

Seguiremos na luta em defesa da ciência e da saúde pública; contra o bolsonarismo de Sebastião Melo e por um plano de vacinação.

Artigo originalmente publicado no site do Juntos!.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é a vigésima primeira edição da Revista Movimento, dedicada aos debates em curso do VII Congresso Nacional do PSOL. Nela encontram-se artigos de análise, polêmica e discussão programática para subsidiar os debates de nossos camaradas em todo o país e contribuir com a batalha pela pré-candidatura de nosso companheiro Glauber Braga à presidência da República pelo PSOL. A edição também conta com análises de importantes questões internacionais contemporâneas e de outros temas de interesse, como os desafios da luta pelo “Fora, Bolsonaro” e as crises hídrica e elétrica no Brasil. Num ano de 2021 ainda marcado pela tragédia da pandemia da Covid-19 e pelo descaso criminoso de governos em todo o mundo, lamentamos a perda de nosso grande camarada Tito Prado (1949-2021), militante internacionalista e dirigente de Nuevo Perú. A ele dedicamos esta edição de nossa revista e, em sua homenagem, publicamos artigos em sua memória. Boa leitura!