Deputada Sâmia Bomfim cobra cancelamento da retomada às aulas presenciais no estado de São Paulo
Reprodução

Deputada Sâmia Bomfim cobra cancelamento da retomada às aulas presenciais no estado de São Paulo

Aumento de casos de internação por Covid-19 em SP cresce e preocupa população.

Equipe Sâmia Bomfim 23 fev 2021, 21:20

A parlamentar do PSOL/SP acompanha com imensa preocupação o aumento significativo de casos de internação por Covid-19 em todo o Estado de São Paulo e encaminhou nesta terça-feira (23) um ofício ao governador João Dória cobrando a necessidade de adoção de medidas restritivas com urgência para paralisação do calendário de volta às aulas.

Conforme apresentado pelo Centro de Contingência do Coronavírus, em coletiva realizada na data de ontem (22) no Palácio dos Bandeirantes, desde a última semana o estado está entrando em rota ascendente de propagação da Covid-19, havendo na data do anúncio um total de 6.410 pacientes em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), o maior número desde 05 julho de 2020.

“O aumento terrível no número de infectados pelo novo coronavírus em São Paulo poderia ser evitado se o governo adotasse medidas rígidas para contenção da pandemia”, declarou Sâmia. 

Lamentavelmente, contrariando a literatura científica contemporânea e práticas adotadas pela comunidade internacional, com especial atenção às orientações da Organização Mundial de Saúde – OMS, o governo está relaxando/flexibilizando o isolamento social no estado desde meados de 2020 com critério pouco claros.

Elemento recente desta política temerária, a volta das atividades presenciais nas unidades escolares no último dia 08 de fevereiro de 2021, em meio a um cenário de crescimento sustentável da curva de infectados e de óbitos por Covid-19, é um indicador categórico da má condução no combate à pandemia e possível determinante do aumento significativo de internações.

Sâmia lembra que as medidas de restrição são a melhor forma de reduzir a transmissibilidade do vírus, portanto, devem ser adotadas com rigidez e de maneira imediata.

Dentre as medidas sugeridas no documento está o cancelamento da retomada às aulas presenciais nas unidades escolares, preservando diretamente a saúde de profissionais da educação, estudantes e familiares, como também, em absoluto, de toda a população.

“Temos certo que tais medidas serão determinantes para a contenção do vírus, com consequente diminuição do número de óbitos e internações, criando melhores condições sanitárias para o prosseguimento do programa de imunizações e retomada responsável e segura de atividades em todo o estado”, destaca o ofício.

Artigo originalmente publicado no site da deputada.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
“Enquanto os efeitos sanitários e econômicos da Covid-19 seguem fazendo-se sentir, escancarando a crise global do capitalismo, as lutas na América Latina começam a apresentar importantes conquistas no enfrentamento da extrema-direita continental. Na Bolívia, após meses de enfrentamentos e mobilização popular, a contundente vitória da chapa do MAS pôs fim ao governo ilegítimo e reacionário de Jeanine Áñez. No Chile, após as multitudinárias manifestações de 2019, o plebiscito levou a uma vitória esmagadora em favor de uma nova constituição elaborada por assembleia exclusiva. Na campanha eleitoral estadunidense em curso, está em jogo a possibilidade de derrotar o trumpismo, que anima movimentos neofascistas e racistas naquele país e em todo o mundo. Ao mesmo tempo, as eleições municipais brasileiras abrem a possibilidade de construir uma alternativa nas cidades que contribua para isolar e derrotar o bolsonarismo. A décima oitava edição da Revista Movimento debruça-se sobre esses processos de mobilização nas ruas e de enfrentamento eleitoral em curso”.