Nota de Apoio aos Trabalhadores da FAU-USP que lutam pela vida

Em nota, os mandatos de Sâmia Bomfim, Luana Alves, Mônica Seixas e AtivOz manifestam seu apoio às trabalhadoras da FAU-USP compulsoriamente convocadas ao retorno do trabalho presencial em meio a um dos piores momentos da pandemia.

Quem luta pela vida, respeita os protocolos de segurança contra a covid 19, principalmente o distanciamento social

A Universidade de São Paulo já perdeu mais de 30 funcionários para a Covid, é nesse contexto em que ocorreu hoje, dia 25/05, ato, convocado pelo SINTUSP, na FAU-USP, onde a diretora, Ana Lucia Duarte Lanna, que mandou estender na entrada da faculdade uma faixa ostentando “Luto pela Vida”, convocou compulsoriamente várias funcionárias da biblioteca para voltarem ao trabalho presencial a partir do dia 18/05, mês seguinte ao pior de toda pandemia, diante da possibilidade de uma terceira onda.

Pior que a convocação compulsória, nesse momento, foram a justificativa (a atividade “emergencial” é uma mudança de itens de acervo da biblioteca); a recusa da diretora a conversar com funcionárias para estabelecer uma escala mínima (que considerasse fatores como menor circulação possível de pessoas na biblioteca, necessidade de uso de transporte público, vacinação, etc); e, pior, o corte do salário de algumas funcionárias que se recusaram a arriscarem suas vidas diante da ameaça do vírus e da falta de um mínimo de diálogo da direção a faculdade.

Sabemos que os “gestores” da USP, desde os reitores, passando pelos superintendentes, até os diretores de Unidade, há muito tempo, se recusam a dialogar sobre quaisquer temas com a comunidade universitária, ao passo que desenvolvem meios de punir as pessoas que insistem em lutar por uma Universidade democrática e que busque garantir seus direitos mais básicos.

Não podemos tolerar o corte do salário, prática que a USP adotou nas últimas greves para inibir o direito de trabalhadoras e trabalhadores de se manifestarem legal e legitimamente diante da falta de transparência e diálogo da reitoria, e que agora a diretora Ana Lanna, da FAU-USP, utiliza para cercear o direito das funcionárias lutarem por sua saúde e suas próprias vidas!


TV Movimento

Palestina livre: A luta dos jovens nos EUA contra o sionismo e o genocídio

A mobilização dos estudantes nos Estados Unidos, com os acampamentos pró-Palestina em dezenas de universidades expôs ao mundo a força da luta contra o sionismo em seu principal apoiador a nível internacional. Para refletir sobre esse movimento, o Espaço Antifascista e a Fundação Lauro Campos e Marielle Franco realizam uma live na terça-feira, dia 14 de maio, a partir das 19h

Roberto Robaina entrevista Flávio Tavares sobre os 60 anos do golpe de 1º de abril

Entrevista de Roberto Robaina com o jornalista Flávio Tavares, preso e torturado pela ditadura militar brasileira, para a edição mensal da Revista Movimento

PL do UBER: regulamenta ou destrói os direitos trabalhistas?

DEBATE | O governo Lula apresentou uma proposta de regulamentação do trabalho de motorista de aplicativo que apresenta grandes retrocessos trabalhistas. Para aprofundar o debate, convidamos o Profº Ricardo Antunes, o Profº Souto Maior e as vereadoras do PSOL, Luana Alves e Mariana Conti
Editorial
Israel Dutra e Roberto Robaina | 16 maio 2024

Tragédia no RS – Organizar as reivindicações do movimento de solidariedade

Para responder concretamente à crise, é necessário um amplo movimento que organize a luta pelas demandas urgentes do estado
Tragédia no RS – Organizar as reivindicações do movimento de solidariedade
Edição Mensal
Capa da última edição da Revista Movimento
Revista Movimento nº 49
Nova edição traz o dossiê “Trabalho em um Mundo em Transformação”
Ler mais

Podcast Em Movimento

Colunistas

Ver todos

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Nova edição traz o dossiê “Trabalho em um Mundo em Transformação”