Seleção decide jogar a Copa da Covid e de Bolsonaro

Seleção decide jogar a Copa da Covid e de Bolsonaro

Ao que tudo indica, apesar do clamor popular e da situação da pandemia no Brasil, os jogadores da Seleção Brasileira jogarão a Copa América.

Felipe Moreira 7 jun 2021, 12:55

A seleção brasileira decidiu jogar a Copa América, a despeito do clamor popular contrário e do agravamento da pandemia no país.

Para Vive Reis, deputada federal (PA) pelo PSOL, os jogadores da seleção “perderam a oportunidade de dar uma lição contra o negacionismo não somente ao Governo Federal, mas também às futuras gerações do futebol”. E Fernanda Melchionna denunciou que “a interferência tão explícita da política federal no futebol não era vista desde a ditadura militar. Vergonhoso…”

Enquanto isso, o abaixo assinado apoiado, entre outros, pela Revista Movimento chega a 33 mil assinatura (https://movimentorevista.com.br/naovaitercopaamerica/) e a expectativa no país é que aconteçam manifestações contrárias a decisão da seleção brasileira e de Jair Bolsonaro de organizar a Copa América no Brasil


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é uma edição especial de nossa Revista Movimento, de números 19 e 20. Nela, publicamos um dossiê que celebra os 150 anos de nascimento de Rosa Luxemburgo, vinculado à iniciativa coordenada por nossa camarada Luciana Genro: o curso da Escola Marx “150 anos de Rosa Luxemburgo: pensamento e ação”.