Fábio Felix denuncia superlotação no Hospital de Ceilândia
HRC

Fábio Felix denuncia superlotação no Hospital de Ceilândia

Pronto-Socorro da unidade tem mais de 100 pacientes em espaço que cabem apenas 40; também há carência de profissionais

Redação da Revista Movimento 16 nov 2023, 13:00

Foto: Ascom Fábio Felix

O deputado distrital Fábio Felix (PSOL-DF), a Comissão de Direitos Humanos e a OAB-DF realizaram diligência na manhã de terça-feira (14) no Hospital Regional de Ceilândia (HRC). A vistoria ocorreu após receber denúncias da população sobre o estado da unidade de saúde.

“Recebemos muita reclamação e denúncia da população sobre a situação do hospital. O gargalo hoje é o Pronto-Socorro, que atende clínica médica, ortopedia e cirurgia geral, e está superlotado, mais de 100 pessoas internadas no local que seria para 40”, explicou Felix.

A sala vermelha, local para atendimentos mais graves, também está sendo usada para internar pacientes e comporta no momento o dobro de sua ocupação ideal. Além disso, os 47 leitos de enfermaria e os 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estão ocupados, informou o parlamentar.

Segundo o deputado, há uma precarização completa do atendimento no Pronto Socorro que conta com apenas quatro médicos. 

“Falta profissionais, técnicos de enfermagem, pediatra, ginecologista e obstetra, entre outros. Pacientes nos relataram, por exemplo, que estão desde ontem a noite aguardando atendimento para a especialidade de ortopedia. O Hospital é centro de referência em traumas, mas não tem nenhum neurologista trabalhando no local”, contou.

Por conta da alta demanda e da falta de servidores, apenas casos de classificação vermelha são atendidos, pacientes com classificação verde são encaminhados para as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Outra deficiência encontrada no HRC é a necessidade de aquisição de novos equipamentos, como o tomógrafo, pois não há aparelho para realização de exames de ressonância.

Em nota, a Secretaria de Saúde do DF informou que não há falta de insumos básicos no HRC. Acrescentou que o quadro de funcionários está sendo ampliado, e que reforma e expansão do Pronto-Socorro já estão previstos. A pasta, porém, não adiantou datas para as melhorias.

“Com relação aos itens de hotelaria, informamos que é um caso pontual que já está sendo resolvido. O Hospital Regional da Ceilândia foi construído em agosto de 1981. Hoje, a população da Região Administrativa é cinco vezes maior, tendo uma demanda crescente também das cidades do entorno. Nesse período, tivemos a ampliação de 73 leitos, legado da pandemia. O hospital tem a maior quantidade de leitos para ortopedia do DF. Há também Rota Rápida nas áreas de pediatria e ortopedia”, diz trecho do comunicado.

*Com informações da Ascom Fábio Felix


TV Movimento

Desenvolvimento Econômico e Preservação Ambiental: uma luta antineoliberal e anticapitalista

Assista à Aula 02 do curso do canal "Crítica Marxista", uma iniciativa de formação política da Fundação Lauro Campos e Marielle Franco, do PSOL, em parceria com a Revista Movimento. Acompanhe nosso site para conferir a programação completa do curso: https://flcmf.org.br.

Neofascismo e Negacionismo Climático: uma luta internacional

Curso de formação política sobre emergência climática e luta ecossocialista! Assista à Aula 01 do novo curso do canal "Crítica Marxista", uma iniciativa de formação política da Fundação Lauro Campos e Marielle Franco, do PSOL, em parceria com a Revista Movimento. Acompanhe o site da PLCMF para conferir a programação completa do curso: https://flcmf.org.br

Contra a extrema direita na França!

Oliver Besancenot, militante do Novo Partido Anticapitalista (NPA), fala sobre as tarefas da esquerda e os desafios da luta contra a extrema direita no país
Editorial
Israel Dutra e Roberto Robaina | 17 jul 2024

Se aproximam as eleições municipais: colocar o programa no centro da atividade política

As próximas eleições municipais brasileiras serão uma etapa importante da luta contra a extrema direita
Se aproximam as eleições municipais: colocar o programa no centro da atividade política
Edição Mensal
Capa da última edição da Revista Movimento
Revista Movimento nº 51
Esta edição da Revista tem como centro temático um “Dossiê: Transviando o marxismo”, por ocasião ao mês do Mês do Orgulho LGBTQIA+. Ela começa com o texto Manifesto Marxista-Pajubá que se propõe a imprimir uma perspectiva marxista à luta de travestis e demais pessoas trans e às formulações respectivas à transgeneridade. Organizado pelo Núcleo Pajubá do MES, este manifesto oferece um espaço de reflexão, resistência e articulação política, onde vozes diversas e potentes se encontram para desafiar o status quo opressor e explorador e construir lutas de emancipação.
Ler mais

Podcast Em Movimento

Colunistas

Ver todos

Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta edição da Revista tem como centro temático um “Dossiê: Transviando o marxismo”, por ocasião ao mês do Mês do Orgulho LGBTQIA+. Ela começa com o texto Manifesto Marxista-Pajubá que se propõe a imprimir uma perspectiva marxista à luta de travestis e demais pessoas trans e às formulações respectivas à transgeneridade. Organizado pelo Núcleo Pajubá do MES, este manifesto oferece um espaço de reflexão, resistência e articulação política, onde vozes diversas e potentes se encontram para desafiar o status quo opressor e explorador e construir lutas de emancipação.