94 anos de Milton Santos
Reprodução

94 anos de Milton Santos

Geógrafo foi um dos maiores pensadores marxistas brasileiros de seu tempo.

Josemar Carvalho 4 Maio 2020, 15:11

Milton Santos é certamente um dos maiores intelectuais brasileiros de todos os tempos. É um sem dúvida uma referência mundial na geografia e no pensamento critico. Negro, baiano, ganhador do Nobel de Geografia é uma grande expressão de vida e sensibilidade.

É impossível não cita-lo quando se refere a globalização, urbanização, desigualdade social e regional brasileira. Sua vasta obra é de uma riqueza incomensurável. Seu livro “O Espaço Dividido” (1979) é um clássico mundial discutindo a economia dos países periféricos no sistema capitalista. A “Natureza do Espaço” (1996) é um livro que apresenta seu método de análise cientifico. Cada frase deste livro é um estudo profundo. “Por uma outra globalização. Do pensamento único à consciência universal” é uma célebre critica ao capitalismo e ao seu modo operante.

Em junho de 2001, Milton Santos nos deixou. Mas o seu pensamento e obra o imortalizou. Esta é a minha homenagem a este nobre intelectual brasileiro, pouco popular no Brasil, muito premiado e reconhecido nos meios acadêmicos internacionais pela valiosa obra que realizou em defesa dos pobres e dos trabalhadores.

Por uma outra Globalização!!! Milton Santos Vive!!!

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1585602664960036&id=176193939234256


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Capa da última edição da Revista Movimento
Na 16ª edição, estão disponíveis dois dossiês. No primeiro, sobre o ecossocialismo, podem-se se encontrar as recentes teses de Michael Löwy, além de uma entrevista com o sociólogo e dirigente da IV Internacional. Também publicamos uma entrevista com Zé Rainha, dirigente da FNL, sobre sua trajetória de luta e os desafios dos socialistas no Brasil; uma entrevista com Antônia Cariongo, dirigente quilombola e do PSOL-MA; e artigos de Luiz Fernando Santos, sobre a lógica marxista e a Amazônia, e de Marcela Durante, do Setorial Ecossocialista do PSOL. O segundo dossiê traz algumas análises iniciais sobre a pandemia de coronavírus. Há artigos de Mike Davis e Daniel Tanuro; documentos do MES e do Bureau da IV Internacional; além de uma densa análise de nossas companheiras Evelin Minowa, Joyce Martins, Luana Alves, Natália Peccin Gonçalves, Natalia Pennachioni e Vanessa Couto e de um artigo do camarada Bruno Magalhães. A seção de depoimentos traz um instigante artigo de Pedro Fuentes sobre a história de seu irmão Luis Pujals, o primeiro desaparecido político da história da Argentina. Já a seção internacional traz uma análise do sociólogo William I. Robinson sobre a situação latino-americana.