Sâmia Bomfim e Andréa Werner exigem que planos de saúde ofereçam atendimento remoto a pacientes com deficiência

Empresas se negam a prestar atendimento; bancada do PSOL protocolou PL para obrigar serviço.

Equipe Sâmia Bomfim 16 maio 2020, 16:46

A deputada Sâmia Bomfim e Andréa Werner, jornalista e liderança social, protocolaram no Ministério Público um pedido de intervenção para que planos de saúde ofereçam atendimento remoto durante o período de quarentena.

Leia mais aqui.

Sâmia e Andréa receberam centenas de denúncias de mães e pais de crianças e adolescentes com deficiência sobre convênios que se negaram a oferecer atendimento remoto, alegando que tal serviço não está previsto em contrato.

Sâmia explica que “as empresas não podem se recusar a oferecer um atendimento virtual aos pacientes que precisam de acompanhamento. Essa atitude é desumana, até porque a Covid-19 impôs uma nova realidade ao mundo, e essas empresas de saúde não podem abandonar seus pacientes à própria sorte.”

“Antes da pandemia da Covid-19, crianças e adolescentes com deficiência tinham acesso semanal a terapias e atendimento médico através dos planos de saúde. A necessidade do isolamento social rompe com uma rotina importantíssima para a saúde física e mental dessas crianças e adolescentes, e também de suas mães, que se veem sem o amparo desses profissionais em uma fase tão delicada”, afirma Andréa.

Projeto de Lei

Além da denúncia no Ministério Público, a deputada Sâmia, junto com a bancada do PSOL, protocolou um projeto de lei para obrigar os planos de saúde a ofertarem atendimento remoto.

Dentre as atividades previstas no PL estão: orientação e encaminhamento de pacientes à distância; monitoramento de parâmetros de saúde ou doença à distância; troca de informações e opiniões entre médicos, para auxílio diagnóstico ou terapêutico; telediagnóstico e teletriagem.

Saiba mais aqui.

Artigo originalmente publicada na página da deputada Sâmia Bomfim.


Parlamentares do Movimento Esquerda Socialista (PSOL)

Ver todos

Podcast Em Movimento

Capa da última edição da Revista Movimento
Esta é a vigésima primeira edição da Revista Movimento, dedicada aos debates em curso do VII Congresso Nacional do PSOL. Nela encontram-se artigos de análise, polêmica e discussão programática para subsidiar os debates de nossos camaradas em todo o país e contribuir com a batalha pela pré-candidatura de nosso companheiro Glauber Braga à presidência da República pelo PSOL. A edição também conta com análises de importantes questões internacionais contemporâneas e de outros temas de interesse, como os desafios da luta pelo “Fora, Bolsonaro” e as crises hídrica e elétrica no Brasil. Num ano de 2021 ainda marcado pela tragédia da pandemia da Covid-19 e pelo descaso criminoso de governos em todo o mundo, lamentamos a perda de nosso grande camarada Tito Prado (1949-2021), militante internacionalista e dirigente de Nuevo Perú. A ele dedicamos esta edição de nossa revista e, em sua homenagem, publicamos artigos em sua memória. Boa leitura!